Últimas

Governador se reúne com prefeitos e integrantes da Defesa Civil das cidades atingidas pelas chuvas



O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, se reuniu, nesta terça-feira (28), com os prefeitos, integrantes da Defesa Civil e de Secretarias das cidades afetadas pelas recentes chuvas nas regiões sul e Caparaó. Durante todo o dia, ele participou de uma série de reuniões em Iúna, Guaçuí, Castelo e Cachoeiro de Itapemirim. O principal objetivo foi dar continuidade ao auxílio do Governo do Estado aos municípios atingidos pelo desastre.

Nos encontros, Casagrande prestou informações sobre as ações do Governo do Estado e também orientou os gestores sobre as formalidades exigidas para utilização do Cartão Nacional da Defesa Civil. O encontro também serviu para que os prefeitos relatassem ao governador a situação de seus municípios. Participaram dos encontros deputados estaduais, federais e lideranças das regiões.

Casagrande explicou ainda como as coordenações da Defesa Civil de cada município devem proceder para solicitar os itens mais urgentes para atender às necessidades das populações, como cestas básicas, água potável, colchões, materiais de limpeza e de higiene ou serviço de máquinas. Ele apontou que o Governo vai continuar atendendo os municípios, mas que a responsabilidade pela reconstrução deve ser compartilhada entre todos os entes públicos.

De acordo com Casagrande, o Governo do Estado continua fazendo o levantamento dos prejuízos causados pelas chuvas. A estimativa é de que o custo da recuperação das cidades chegue a meio bilhão de reais, contando apenas a reconstrução das estruturas públicas, como pontes, estradas e a infraestrutura urbana, que foram afetadas pelas chuvas. Ele citou ainda a necessidade da construção de casas populares, já que várias famílias perderam suas casas ou elas estão situadas em zonas de risco.

“Não estou colocando aqui os prejuízos dos comerciantes, dos empresários e das famílias, mas apenas daquilo que é público. É lógico que nós vamos pedir parceria com o Governo Federal. Na quinta-feira, o ministro Gustavo Canuto [Desenvolvimento Regional] retornará ao Estado e vamos fazer uma reunião com a bancada para verificar com que poderá ajudar. Mas nós já começamos desobstruindo estradas, reconstruindo pontes e refazendo de forma definitiva obras em rodovias”, reforçou o governador.

Entraram em vigor nesta terça, as leis estaduais com as medidas de reestruturação da economia dos municípios e de apoio às famílias afetadas pelas chuvas. Entre as ações do Governo do Estado estão a reativação do Cartão Reconstrução ES, que vai garantir a doação de R$ 3 mil para famílias de baixa renda dos municípios afetados pelo desastre; a criação do Fundo Reconstrução ES, garantindo o acesso facilitado ao crédito para pessoas físicas e jurídicas atingidas pelo desastre; e a isenção de ICMS na compra de máquinas e equipamentos para quem teve prejuízos com as chuvas.

Uma força-tarefa composta por representantes de diversos órgãos do Governo do Estado e de entidades privadas já iniciou os atendimentos nos municípios de Iconha, Alfredo Chaves, Rio Novo do Sul e Vargem Alta, que foram os primeiros afetados pela chuva no Espírito Santo. O grupo é coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento (Sedes).

A população está recebendo orientações sobre crédito e tratamento tributário diferenciado para empresas afetadas; emissão de laudo do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil; realização de cadastro para acesso ao Cartão Reconstrução ES; solicitação de segunda via da carteira de identidade; orientação jurídica, com apoio da Defensoria Pública, e requisição gratuita de segunda via de certidões pessoais; além do cadastro para consultorias gratuitas do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).


Assessoria de Comunicação do Governo




Nenhum comentário