Últimas

Prefeitura de Vila Pavão suspende atendimento presencial



Na última terça feira (17), a Prefeitura havia decretado Situação de Emergência em Saúde Pública no município. Com isso, uma série de medidas sanitárias e administrativas para prevenção, controle e contenção dos riscos decorrentes de um possível surto de coronavírus, o Covid 19, foram anunciadas. Além da suspenção das atividades escolares por um período de 19 dias, outras atividades que aglomerem pessoas, como festas, eventos culturais e esportivos, feiras e até cultos religiosos foram proibidos.

Novas medidas
Nesta quinta-feira(19), por força do Decreto nº 1301/20, o prefeito Irineu Wutke, suspendeu também o atendimento presencial ao público em geral nos órgãos e repartições da Prefeitura Municipal, que passa a ser realizado de forma não presencial, por vias, telefônica e internet.
Os atendimentos presenciais só serão admitidos exclusivamente por meio de agendamento. Nas unidades de saúde da sede do município (Centro de Saúde e UBS Luíza Maria Pionti Koski), serão mantidos os atendimentos de urgência e emergência, aos casos prioritários envolvendo gestantes, portadores de doenças crônicas e casos de atendimentos contínuos, porém, com avaliação do profissional de plantão.
As medidas serão mantidas enquanto estiver em vigor o Estado de Emergência em Saúde Pública, decretado no início da semana.
As mudanças na estratégia de atendimento foram anunciadas pelo prefeito Irineu Wutke à sua equipe técnica-administrativa hoje à tarde.
“As novas medidas implementadas são norteadas pelo protocolo de prevenção ao novo coronavírus, o COVID 19, dos  Governos, Federal e Estadual como forma de diminuir o contato entre as pessoas, e assim, evitar uma possível disseminação do vírus, mas por outro lado, a vida continua e as pessoas precisam sobreviver, por isso novas alternativas estão sendo buscadas”, disse o prefeito.
As novas medidas certamente diminuirão a demanda de serviços. Por essa razão, outras ações complementares como a concessão de férias coletivas aos servidores com histórico de doenças crônicas e com idade superior a 60 anos, estão sendo discutidas na administração pública de Vila Pavão. Isso, por sua vez, diminuíria os riscos dessses servidores virem a contrarir o coronavirus, através do contato com possíveis pessoas contaminadas.

Feira livre
Mesmo sendo realizada em ambiente aberto e ventilado, como precaução a feira livre no centro da cidade, a partir da semana que vem deverá deixar de ser realizada.  Segundo os técnicos da secretaria municipal de Agricultura, seria inviável proibir a sua realização neste sábado (21), mesmo porque, isso acarretaria prejuízos para os agricultores familiares que já se programaram e não teriam como vender seus produtos. No entanto, em tempo de isolamento social, novas formas de comercialização, como por exemplo, vendas domiciliares realizadas individualmente, estão sendo discutidas para diminuir o impacto financeiro aos produtores cadastrados que comercializam hortaliças, frutas e verduras aos sábados na feira livre da cidade.

Prefeitura Municipal De Vila Pavão




Nenhum comentário