Últimas

Tempestade de areia vinda do Saara se encaminha para os EUA

Fenômeno que trouxe uma nuvem de poeira para as Américas é comum, mas se tornou mais intenso esse ano – o que pode trazer danos à saúde e ao ambiente


Uma nuvem de areia com mais de 8 mil quilômetros de extensão, vinda do deserto do Saara, já varreu países do Caribe como Porto Rico e Cuba – e, desde a última segunda-feira (22), viaja em direção aos aos Estados Unidos.

As previsões de especialistas americanos é que o poeirão ganhe o Texas e o Luisiana até a próxima sexta-feira (26) e chegue ao estado de Washington, na costa oeste do país, ainda no final desta semana.


Apesar da estranheza que um evento desse porte causa, sabe-se que ele é fruto de um fenômeno bastante conhecido pela ciência, e que acontece todos os anos na costa da África. O que arrasta toda essa areia para o continente americano é a chamada “camada de ar saariana”. Como o próprio nome adianta, ela se forma no Saara, sempre no final da primavera do Hemisfério Norte. 

A ocorrência de ventos fortes gerados por tempestades na região do deserto do Saara – o chamado Sahel – pode lançar grandes grandes quantidades de areia na atmosfera. Por meio de correntes de ar, essa espessa camada de sedimentos pode percorrer milhares de quilômetros e se espalhar em direção às águas do Atlântico Norte, que banha a costa leste dos EUA. 


Você pode assistir à movimentação da massa de areia no tuíte abaixo, feito pela página da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, órgão do governo americano.



Revista Super Interessante



Gostou desta matéria? Clique aqui e receba nossos conteúdos diariamente.

Nenhum comentário