Últimas

Em Serra, PSB e PDT poderão caminhar juntos na disputa eleitoral desde ano

LIDERANÇAS SERRANAS TENTAM UNIR BRUNO LAMAS E SÉRGIO VIDIGAL
O Deputado Federal, Sergio Vidigal, busca fortalecer sua pré-candidatura no município de Serra-ES 

Desde o ano de 1996 o município da Serra é administrado pela dobradinha Sérgio Vidigal (PDT) – Audifax Barcelos (Rede). Eles, que já foram aliados, hoje estão em grupos políticos adversários, mas que têm a mesma avaliação: essa dobradinha pode não ser mais aceita pelo eleitorado serrano.

No pleito de 2020 Audifax não poderá concorrer, pois está em segundo mandato consecutivo (de três), mas o deputado federal Vidigal sim, mas sua derrota pode representar uma perda política superior do que só nas urnas. Seria a segunda derrota consecutiva, também, para uma eleições municipal.

Em 2016 Vidigal e Audifax – criador e criatura – concorreram, sendo o atual prefeito reeleito. Esse confronto não será repetido, mas o chefe do Executivo serrano – o mais bem avaliado entre os prefeitos da Grande Vitória – tem uma aposta: elegeu o vereador Fábio Duarte (Rede) como seu candidato.

Aliados dizem que a escolha foi pelo perfil genuinamente serrano do edil, que é nascido e criado na Serra, e sobrinho do ex-secretário de Fazenda, na gestão José Maria Feu Rosa, o empresário Edilson Duarte.

Sergio Vidigal e seu grupo político pedetista, atento a esse risco, já tem alinhado com outro grupo, até então visto como concorrente. O PDT e o PSB do deputado estadual Bruno Lamas estão discutindo essa união. E o fator determinante serão pesquisas. Quem estiver melhor entre a preferência do eleitor serrano será o candidato.

Uma terceira via na cidade seria Amaro Neto (Republicano). Ele, que mudou domicílio eleitoral para a cidade, é visto como candidato, mas o próprio não assume isso. Pessoas ligadas ao deputado federal dizem que o projeto dele é mais robusto e enfrentar uma eleição em 2020 não seria positivo. Por isso, junto com o PL de Magno Malta, Amaro poderá ter o deputado e ex-vereador da Serra, Xambinho, como a aposta.

Fonte: ES Hoje



Nenhum comentário