Últimas

O Mundo pós-pandemia vai mudar tanto quanto você



Não é besteira, acredite. O mundo pós-pandemia será um reflexo imediato da sociedade que se originar. Isso significa que os padrões e comportamentos, opiniões e crenças que surgirem oriundas deste período são exatamente o que irão caracterizar nosso dia-a-dia.

Temos uma grande chance de que após um período afastado das pessoas, iremos passar a valorizar o relacionamento humano, desde amigos e familiares até colegas de trabalho. Com isso, temos que as pessoas tendem a investir cada vez mais nos momentos de interação, tornando encontros antes tidos como comuns em algo mais especial. Além disso, uma grande chance de mudança nos grupos de convívio, afinal, um período afastado permite perceber quem te faz bem e quem te faz mal.

Expandindo o relacionamento interpessoal para a esfera profissional, temos uma oportunidade de ressignificar as relações de trabalho. Se antes vivíamos num mundo de submissão e controle hierárquico, agora podemos migrar para um mundo de colaboração e liderança compartilhada. Significa dizer que a estrutura de alguém dizendo o que precisa ser feito e cobrando entregas é substituído por ciência das entregas e comprometimento com o resultado do time.

Se compreendermos que sozinhos somos fracos como um elo isolado, e juntos somos fortes como uma corrente, temos a chance de encontrar o potencial da colaboração e o efeito multiplicador das redes – sejam elas sociais, digitais ou físicas e presenciais.

Para compensar o tempo perdido será necessário acessar nosso potencial e multiplica-lo com a inclusão de pessoas e ferramentas, desde o plano físico até o plano digital. Desconfiança custa caro em todos os níveis, e a nova fase pós-pandemia permite que nosso tempo seja dedicado onde realmente faz sentido. De agora em diante visando “compensar” o tempo perdido, ou gastamos mais tempo, ou simplesmente aumentamos a eficiência do tempo como o utilizamos.

Essa sociedade do futuro começa a ser construída agora, com o indivíduo do presente. Você que lê este artigo é o início da transformação. Ao se deparar com estas idéias, pode se questionar como você faz para ser melhor do que tem sido até então. Não o bastante, compartilha o artigo com pessoas que estima e acredita que podem agregar em sua reflexão.

Em larga escala, começamos movimentos individuais de aprimoramento pessoal e coletivo, em nossas vidas, empregos e empresas. Fatalmente culminamos por tornar processos e entregas melhores do que esperávamos: evoluímos por consequência das dificuldades.

Todo mundo quer viver melhor, nem todos querem melhorar a vida. Se você queria um mundo melhor, agora é a hora de construir.



Folha Vitória

Nenhum comentário