Últimas

Transparência Capixaba: Nova Venécia tem conceito ‘ÓTIMO’ em ações contra a covid-19



A ONG Transparência Capixaba apresentou ontem (26) a segunda rodada do Ranking de Transparência no Combate à COVID-19 em municípios capixabas. E em um mês, a média das notas dos 25 municípios com mais de 30 mil habitantes avaliados na primeira rodada teve salto de 24,64 pontos na escala de 0 a 100. Nesta nova rodada, também foram incluídos municípios com mais de 20 mil habitantes, elevando para 38 o número de portais avaliados.

Na primeira avaliação Nova Venécia foi avaliada como ‘bom’ com pontuação de 72,15, e nesta avaliação atingiu uma pontuação de 84,81, passando para ‘ótimo’. Outros 21 municípios capixabas também receberam conceito máximo.

O município de São Mateus também registrou bom desempenho, passando de ‘bom’ para ‘ótimo’ na avaliação atual. Ecoporanga é outro da Região que obteve classificação ‘ótimo’.

Barra de São Francisco teve destaque em seu desempenho nesta 2ª avaliação, penúltimo lugar na 1ª rodada de avaliação, foi o que mais melhorou. Conquistou 98,73 pontos, contra 26,58 na primeira avaliação. Assim, saltou 72,15 pontos e passou da classificação ‘ruim’ para ‘ótimo’.

São Gabriel da Palha manteve a condição de ‘regular’. Pinheiros que na primeira edição não foi avaliado, no levantamento atual recebeu classificação ‘ruim’ com apenas 35,44 pontos.

A amostra foi ampliada para 38 municípios do Estado, todos com mais de 20.000 habitantes. Na primeira avaliação, a amostra era de 25 municípios, com o recorte populacional superior a 30.000 habitantes. A metodologia foi desenvolvida pela Transparência Internacional – Brasil para o Ranking de Transparência no Combate à COVID-19.

O objetivo é identificar e promover as melhores práticas de transparência nas informações referentes às contratações emergenciais realizadas em resposta à pandemia. A escala vai de zero a 100 pontos, na qual zero (péssimo) significa que o ente é avaliado como totalmente opaco e 100 (ótimo) indica que ele oferece alto grau de transparência.

A avaliação tem como metas estimular o poder público a promover continuamente a transparência de suas ações, assim como reconhecer o bom trabalho realizado por algumas prefeituras.

Dos 38 municípios avaliados, a capital Vitória não está incluída, pois, desde maio, vem sendo avaliada pela Transparência Internacional – Brasil juntamente com os demais Estados e suas capitais.

Confira a tabela com os resultados dos municípios na 1ª e 2ª avaliação:


(Noroeste News - Com informações da Transparência Capixaba)



Nenhum comentário