Últimas

Gestores analisam fatores que podem fazer o Governo gerar melhores resultados para a população



Na terceira reunião técnica para revisão do Planejamento Estratégico do Governo do Espírito Santo, realizada nesta quinta-feira (03), secretários, subsecretários e dirigentes de órgãos participaram de atividades voltadas para análise dos ambientes interno e externo da gestão. O trabalho é orientado pela Secretaria de Economia e Planejamento (SEP).
A alta gestão apontou e analisou pontos fortes e fracos, e também as ameaças e oportunidades do Governo estadual, com o objetivo de proporcionar mais entregas à população capixaba. Os trabalhos foram conduzidos pela subsecretária de Planejamento e Projetos da SEP, Joseane Zoghbi, por meio da aplicação da Matriz Swot, uma técnica utilizada no Planejamento Estratégico.
Joseane Zoghbi explica que a análise Swot serve para mapear os aspectos que favorecem ou atrapalham uma organização. “A partir de análise ambiental, é possível pensar em ações para neutralizar ou minimizar os impactos negativos que advêm das fraquezas do ambiente interno e das ameaças do ambiente externo. Além disso, permite otimizar as forças existentes e favorecer ainda mais as oportunidades”, diz.
Depois de levantadas ameaçadas e oportunidades, forças e fraquezas, segundo a subsecretária, define-se um plano de ação. “Essa avaliação torna-se ainda mais importante neste momento de pandemia que atravessamos, com forte crise sanitária, com redução de arrecadação, de empregos. O Governo tem muitos pontos fortes, muitas forças, que precisam ser otimizados para a gente conseguir ter resultados melhores para a população”, argumenta Joseane Zoghbi.
Devido à pandemia do novo coronavírus da Covid-19, a revisão do Planejamento Estratégico, que foi previsto inicialmente para março, vem sendo realizado neste mês de setembro por meio de reuniões virtuais.
Na próxima semana, os gestores do Governo do Estado vão participar de reuniões para realizar a análise dos desafios estratégicos, a revisão e validação de indicadores estratégicos e metas, bem como a validação da seleção dos projetos estratégicos. A apresentação dos resultados será realizada no próximo dia 24 de setembro.
A revisão do Planejamento Estratégico do Governo do Estado teve início no dia 31 de agosto. Ao todo, a alta gestão vai participar de sete reuniões técnicas para alinhamento da estratégia e da carteira de projetos prioritários, com a devida adequação ao cenário econômico, em âmbito estadual e nacional.
Os gestores realizam um balanço dos resultados obtidos desde o início da gestão, além de revisar e validar as entregas prioritárias com o alinhamento das nove áreas estratégicas do Governo: Agricultura e Meio Ambiente, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Educação para o Futuro, Segurança em Defesa da Vida, Infraestrutura para Crescer, Saúde Integral e Gestão Pública Inovadora.

O Governo do Estado trabalha com um modelo gestão que busca gerar entregas relevantes para os capixabas, trabalhando com eficiência, segundo destaca o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc. Esse modelo possui três carteiras, com coordenação direta do governador Renato Casagrande.


Assessoria de Comunicação da SEP



Nenhum comentário