Últimas

Covid-19: jovens saudáveis devem ser vacinados só em 2022, diz OMS

De acordo com o cientista-chefe da entidade, a vacina que estará disponível a partir do próximo ano terá quantidade limitada


Jovens saudáveis devem esperar até 2022 para receberem uma vacina contra a Covid-19, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS), nesta quinta-feira (15).

De acordo com a cientista-chefe da entidade, Soumya Swaminathan, profissionais de saúde, idosos e trabalhadores que lidam com o público mais suscetível a contrair a doença devem ser os primeiros a serem imunizados quando uma vacina estiver disponível.

"A maioria das pessoas concorda que [a vacinação] deve começar com profissionais de saúde e trabalhadores da linha de frente, mas é preciso definir quais deles estão em maior risco", disse durante sessão de respostas a perguntas do público organizada pela OMS.

"Haverá muitas orientações saindo, mas acho que uma pessoa comum, um jovem saudável, pode ter que esperar até 2022 para receber a vacina", acrescentou a cientista-chefe da OMS. Swaminathan espera que uma vacina efetiva já esteja disponível no próximo ano, mas em pequenas quantidades

Na última terça-feira (13), a vice-diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mariângela Simão, afirmou que é possível "ter certeza" de que o Brasil não terá uma vacinação em massa contra o novo coronavírus (Sars-CoV-2) já em 2021.

"Não vai ter vacina suficiente no ano que vem para vacinar toda a população, então o que a OMS está orientando é que haja uma priorização de vacinar profissionais de saúde e pessoas acima de 65 anos ou que tenham alguma doença associada", afirmou em entrevista à CNN Brasil.

Mariângela destacou ainda que "é razoável" imaginar que até o final de 2021, "com tudo correndo bem", existam "duas ou três vacinas aprovadas" contra a Covid-19.



Ig Saúde




Clique aqui e receba nossos conteúdos diariamente

Nenhum comentário