Últimas

Abel exagerou? Venda de Veron pode bater o valor da de Neymar

Atacante é a maior revelação do clube nos últimos anos e tem multa rescisória de R$ 379 milhões

Abel Ferreira com Gabriel Veron na Academia do Palmeiras — Foto: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

Após a vitória por 5 a 0 sobre o Delfín, na última quarta-feira, em casa, pelas oitavas de final da Libertadores, o técnico do Palmeiras, Abel Ferreira, declarou que "é impossível o Palmeiras vender Gabriel Veron por menos do que Neymar foi vendido ao Barcelona".

Embora muita gente possa ver a declaração do treinador como exagerada, o fato é que essa avaliação está dentro da realidade pelos valores que envolvem o jogador atualmente.

Gabriel Veron, de 18 anos, assinou recentemente um novo contrato com o Palmeiras, válido até 2025. A multa rescisória é de 60 milhões de euros (cerca de R$ 379 milhões na cotação atual).

Esse valor já seria mais do que os 57 milhões de euros que o Barcelona anunciou como pago para tirar Neymar do Santos, em 2013. Mas a cotação do euro em relação ao real faz com que a diferença seja enorme na moeda brasileira.

Em 2013, o valor pago por Neymar, convertido, foi de cerca de R$ 182 milhões. Com o euro valendo muito mais atualmente, os 60 milhões de euros da multa de Gabriel Veron equivalem hoje a cerca de R$ 379 milhões.

A maior venda da história do Palmeiras foi a de Gabriel Jesus, em 2016, para o inglês Manchester City. O clube não ficou com todo o montante, mas a negociação girou em torno de 32 milhões de euros (cerca de R$ 121 milhões).

É importante lembrar que, normalmente, as vendas são feitas por valores abaixo da multa rescisória. A de Gabriel Jesus, por exemplo, era de 40 milhões de euros.

Campeão e melhor jogador da Copa do Mundo Sub-17, no ano passado, Gabriel Veron é um dos jovens jogadores com maior valor de mercado no futebol sul-americano. Ele vem sendo monitorado por clubes europeus.

Promovido ao time profissional no fim do ano passado, Veron tem dez gols em 29 jogos pelo Palmeiras.


Globo Esporte