Últimas

Governo do Estado amplia investimentos na Região Central de Saúde


O Governo do Estado realizou diversas ações na oferta de serviços da Região Central de Saúde. Em Colatina e região, o Governo investiu na implantação e ampliação dos serviços de urgência e emergência pediátrica, do Hospital São José. O investimento anual será de mais R$ 13 milhões. Além disso, o hospital também recebeu dez leitos de UTI pediátrica, e se tornou referência no atendimento para as regiões central e norte do Estado.

Definido pela Secretaria da Saúde (Sesa) para ser referência no atendimento a pacientes com o novo Coronavírus (Covid-19), o Hospital Estadual Silvio Avidos (HMSA), em Colatina, recebeu obras internas para ampliação de leitos. Com isso, foram entregues 47 leitos exclusivos para o atendimento da Covid-19, entre UTI e enfermarias.

Já no Hospital Estadual João dos Santos Neves (HESJN), em Baixo Guandu, foi implantado o serviço de oftalmologia, com investimento anual de R$ 6 milhões.

De acordo com a superintendente da Região Central de Saúde, Cybeli Pandini, os investimentos na região foram muito significativos, principalmente, em um ano de enfrentamento à Covid-19.

“Todo investimento em saúde é muito importante e gera grandes benefícios para a população. E, em um ano tão difícil devido à pandemia, os investimentos realizados pelo Governo do Estado contribuíram muito, não só para os atendimentos nas redes de saúde, como também no fortalecimento da economia local e para a geração de empregos”, disse a superintendente Cybeli Pandini.

Em Linhares, o Governo do Estado realizou mais investimentos em obras no Hospital Geral de Linhares (HGL). São mais R$ 4.349.891,70 para adequação da UTI Neonatal em UTI Adulto, com dez leitos, sendo um leito de isolamento. Além disso, foram realizadas obras de modernização da Farmácia Cidadã do município.

O Centro de Hemodiálise de Aracruz passou a contar com mais de R$ 3 milhões anuais, com a oferta do serviço de Terapia Renal Substitutiva (hemodiálise). Segundo Cybeli Pandini, a unidade tem possibilitado conforto, economia e melhor qualidade de vida para os pacientes. “Antes eles tinham que realizar um deslocamento de até 4 horas, três vezes por semana, para ter acesso ao tratamento que dura em média 4 horas. Agora, os pacientes contam com o mesmo serviço, em um local próximo de onde moram. Estamos, na prática, regionalizando e descentralizando os serviços da saúde”, explicou.

Com o objetivo de ampliar o acesso da população ao Serviço Móvel de Urgência (Samu 192), está em andamento para a Região Central de Saúde a expansão do Samu 192 para os municípios da região. A iniciativa tem o objetivo de ampliar o acesso da população ao Samu 192.

O programa, denominado Samu para todos, irá compreender os 18 municípios da região: Águia Branca, Alto Rio Novo, Aracruz, Baixo Guandu, Colatina, Governador Lindenberg, Ibiraçu, João Neiva, Linhares, Mantenópolis, Marilândia, Pancas, Rio Bananal, São Domingos do Norte, São Gabriel da Palha, São Roque do Canaã, Sooretama e Vila Valério.

“A expansão do serviço Samu 192 nos municípios da região central garante a preservação de vidas, atendendo às urgências e traumas, prestando o socorro que a população necessita no tempo oportuno e com qualidade e agilidade”, afirmou a superintendente Cybeli Pandini.


Governo ES