Últimas

Secretário Nésio afirma que ES comprará vacinas para imunizar os capixabas caso a União falhe nessa tarefa


O secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, afirmou em seu Twitter, na última sexta-feira (1º), que o Espírito Santo irá comprar vacinas “para imunizar todo o povo”, caso a União falhe nessa questão.

A afirmação foi feita em uma análise sobre a pandemia no estado, publicada pelo secretário em sua rede social. Nela, ele criticou as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em relação as vacinas, que, segundo o secretário, “atrasam o registro das mesmas”.

Nésio ainda falou sobre a polêmica em torno da eficácia das vacinas produzidas ao redor do mundo. “Qualquer vacina segura que passe de 50% de eficácia é útil para reduzir as mortes pelo COVID-19. Por isso não é necessária a “guerra de torcida organizada” que existe em torno do % de eficácia de cada uma. Todas que já passaram a Fase III possuem eficácia e serão úteis ao BR”, escreveu.

O secretário ainda criticou o tempo perdido pelo país em 2020. Para ele, é preciso que a União comece 2021 com as melhores decisões. “Já perdemos muito tempo em 2020, as polêmicas em torno do isolamento social, da cloroquina e das dúvidas com as vacinas não ajudaram em nada o Brasil”, pontuou.

Vacina sem registro
Na última quarta-feira (30), o governador Renato Casagrande sancionou uma lei que permite a compra de vacinas contra a covid-19 sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, as vacinas, medicamentos e demais insumos precisam estar registrados em pelo menos uma autoridade sanitária estrangeira.

As autoridades estrangeiras citadas na Lei Complementar 960 são a Food and Drug Administration(FDA), European Medicines Agency(EMA), Pharmaceuticals and Medical Devices Agency (PMDA) e National Medical Products Administration (NMPA).


Folha Vitória



Nenhum comentário