Últimas

Ato anunciado por Lira para oficializar o apoio do DEM não acontece


O candidato à presidência da Câmara Arthur Lira (PP-AL) divulgou no início da manhã desta segunda-feira (1º) em sua agenda que às 9h30 haveria um ato de oficialização do apoio do DEM à sua candidatura. O evento, no entanto, não ocorreu. O DEM disse, por meio da assessoria da sigla, que não estava sabendo do ato. Questionada sobre o desencontro de informações, a assessoria de Lira afirmou que caberia ao DEM responder.

De acordo com o blog da Andréia Sadi, o presidente do DEM, ACM Neto, mandou cancelar a cerimônia.

Com isso, o apoio do DEM a Lira não está oficializado. No início da campanha à presidência da Câmara, o partido havia anunciado apoio a Baleia Rossi (MDB-SP), candidato do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). A eleição está marcada para o início da noite desta segunda.

Nos últimos dias, integrantes da bancada do partido têm demonstrado desejo de migrar para o bloco de Lira, candidato apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro e um dos principais líderes do Centrão.

De acordo com o blog do Valdo Cruz, uma reunião da executiva do DEM ocorrida no domingo (31) optou pela neutralidade do partido na disputa. Ou seja, a direção partidária liberaria a bancada para votar como quiser.

Essa decisão desagrada Maia, que se empenhou na candidatura de Baleia e tem rivalizado politicamente com o Palácio do Planalto.

O blog da Natuza Nery informou que, em reunião na noite de domingo entre Maia e líderes de partidos, o presidente da Câmara externou a insatisfação com a possibilidade de o DEM desembarcar do bloco de Baleia. Ainda segundo o blog, relatos de políticos presentes à reunião dão conta de que Maia avalia, diante da postura do DEM, aceitar um dos pedidos de impeachment contra Bolsonaro protocolados na Câmara. Essa decisão, pela lei, cabe exclusivamente ao presidente da Casa.


G1