Últimas

ES vai enviar SMS para passageiros que viajarem com infectados por Covid-19

Quem chegar de outros estados, de avião ou de ônibus, será avisado caso algum passageiro teste positivo para a doença após a viagem.

Passageiros que chegarem ao Espírito Santo vindos de outros estados, de ônibus ou de avião, vão ser avisados por mensagem de texto caso tenham viajado junto com pessoas que testarem positivo para a Covid-19 posteriormente.

O subsecretário de vigilância epidemiológica, Luiz Carlos Reblin, explicou, na manhã desta terça-feira (23), que as viações e empresas aéreas vão fornecer uma listagem com os dados dos passageiros. Depois disso, esses dados serão cruzados com as informações as pessoas que fizerem os testes para a Covid-19 no estado.

"Nossa estratégia é receber das empresas aéreas e de ônibus, que fazem transportes de outros estados para o Espírito Santo, a listagem de passageiros. Essa listagem será digital. Ela vai ser comparada diariamente com nossos resultados de laboratórios, de pessoas que fizeram o teste. Havendo alguém positivo em alguma viagem, nós vamos receber essa informação e ela será transmitida para os demais passageiros, informando que naquele voo ou viagem de ônibus tem uma pessoa que testou positivo para Covid-19 e que essa pessoa [que viajou junto] precisa dos devidos cuidados", explicou Reblin.

Aqueles passageiros que não residirem no estado, terão a situação comunicada ao governo do lugar onde moram. "Esse contato será através de mensagem de texto e também informado à cidade onde essa pessoa reside, para que ela possa ser acompanhada pelo sistema de saúde da cidade, e também aos seus contatos durante a viagem", apontou.

No último dia 8, o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, disse que pediu às companhias aéreas a listagem de passageiros que voaram de Manaus para Vitória com objetivo de monitorar a chegada de viajantes e impedir a circulação de novas variantes do coronavírus no estado. A Secretaria de Saúde ainda não confirmou se todas as companhias já forneceram essa lista.

A respeito da variante do estado de Manaus que foi encontrada em pacientes atendidos no Espírito Santo, Reblin esclareceu que ainda não há evidências de que haja transmissão comunitária, ou seja, dentro do próprio estado de pessoa para pessoa, dessa nova cepa.

"Essa variante diz respeito a paciente que veio de Manaus, que receberam todos os cuidados de isolamento. Estão separados, as equipes que cuidam desses pacientes totalmente monitoradas, e nós não temos até o presente momento nenhum resultado de circulação dessa variante na população. Até o momento, não identificamos essa variante de forma comunitária", concluiu.


Com Informações G1 ES




Nenhum comentário