Últimas

Banestes anuncia novo pacote de auxílio econômico para enfrentamento da Covid-19


O Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes) anunciou, nesta quinta-feira (18), um novo pacote de medidas de auxílio econômico que tem como objetivo dar suporte para todos os setores produtivos que sofrem impactos gerados pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

As medidas incluem repactuação de operações de crédito e microcrédito, com até 90 dias de carência, para empresas impactadas pelo novo decreto; parcelamento de cheque especial em até 24 meses, com redução de mais de 70% nas taxas; 15 dias sem juros no cheque especial; mais R$ 100 milhões para contratos de capital de giro emergencial; manutenção das linhas de microcrédito e capital de giro com garantia adicional do Fundo de Aval, do Governo do Estado; manutenção da linha Nossocrédito Emergencial; redução de até 50% nos juros de parcelamento de cartão de crédito; carência de até seis meses nas operações de crédito consignado; e isenção de tarifa e até 100% de desconto na taxa de juros no pagamento parcelado de contas de consumo e de tributos, com cartão de crédito Banescard.

Com o nome de "Estamos Juntos", o pacote de auxílio econômico foi implementado em atenção ao novo anúncio feito pelo governador do Estado do Espírito Santo, Renato Casagrande, nessa terça-feira (16), sobre a necessidade de início de uma nova fase de quarentena em todo o Estado, com duração até 31 março, para conter o avanço da pandemia, conforme consta no Decreto nº 4838-R, de 17 de março de 2021.

"O Banestes tem importante papel no amparo à economia do Estado do Espírito Santo. Nossas ações têm como objetivo dar suporte aos mais diversos setores econômicos, desde o microempreendedor que não tem comprovação de renda até as grandes indústrias do Estado. A população em geral, nossos clientes pessoa física, também poderão contar com os benefícios do pacote de auxílio anunciado", destaca o diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande.

Em 2020, apenas em créditos emergenciais, o Banestes concedeu mais de R$ 481 milhões, em mais de 14,3 mil operações. Além disso, na ação de repactuação de operações de crédito em até cinco anos, o valor total atingiu volume superior a R$ 370 milhões. O volume total de crédito concedido pelo banco em 2020 foi de mais de R$ 3,3 bilhões.

"O Banestes vem cumprindo a sua função econômica e social no Espírito Santo. O ano de 2020 marcou a atuação do banco como a instituição que mais forneceu auxílio e concedeu crédito aos capixabas. Em 2021, mantemos esse compromisso", reforçou Amarildo Casagrande.

Em 2021, o Banestes já concedeu mais de R$ 41,2 milhões em operações de crédito emergencial, em 1.330 operações. O volume de crédito total já ultrapassa R$ 862,1 milhões.

Atendimento Banestes

É importante destacar que, como toda operação financeira, a contratação estará sujeita às análises de crédito e cadastro. A população poderá obter informações completas sobre cada uma das ações emergenciais do Banestes e sobre todos os canais de atendimento no site www.banestes.com.br/estamosjuntos.

O Banestes reforça ainda que os clientes devem evitar ao máximo ir às agências, como uma medida de zelo pela saúde e segurança de todos. Por isso, deverão dar preferência aos canais de atendimento telefônico do banco, disponíveis em banestes.com.br, e aos canais digitais: Aplicativo Banestes, Aplicativo Banestes Cartões e Banestes Internet Banking.

Seguindo as orientações do Decreto Estadual nº 4838-R, as agências do Banestes estão realizando atendimentos presenciais, respeitando-se o limite máximo de um cliente para cada 10 metros quadrados da unidade e realizando ainda as demais medidas de prevenção, como uso obrigatório de máscara, distanciamento social e higienização com álcool.

Saiba mais: Novo pacote de auxílio econômico Banestes – enfretamento da Covid-19

  • Repactuação de operações de crédito e microcrédito, com até 90 dias de carência, para empresas impactadas pelo Decreto Estadual nº 4838-R, de 17 de março de 2021.
  • Nova linha de crédito de Parcelamento de Cheque Especial em até 24 meses, com redução de mais de 70% nas taxas de juros (a partir de 2,25% ao mês), e com carência de até 60 dias para a primeira parcela. Válido até 30 de junho ou enquanto estiver vigente o Decreto de Estado de Calamidade Pública e Emergência (Nº 4623-R).
  • 15 dias sem juros no Cheque Especial, válido por 90 dias a partir de abril.
  • Disponibilidade de mais R$ 100 milhões para contratações na linha de crédito Capital de Giro Emergencial, com taxas a partir de 0,32% ao mês + CDI, sendo a taxa máxima de até 0,64% ao mês + CDI.
  • Permanência da linha de crédito Nossocrédito Emergencial, com taxas a partir de 0,65% ao mês.
  • Permanência das operação das linhas de crédito que têm adicional do Fundo de Aval, do Governo do Estado: Microcrédito Emergencial COVID-19 (sem taxa de juros, com valor máximo de R$ 5 mil para contratações) e Capital de Giro COVID-19 (taxa CDI, com valor máximo de R$ 31,5 mil para contratações).
  • Redução de 30% a 50% nos juros do parcelamento do cartão, com taxas a partir de 2,25% ao mês.
  • Carência de até 6 meses nas operações de Crédito Consignado;
  • Isenção de tarifas e redução de até 100% nos juros para pagamentos de contas de consumo (água, luz, telefone e internet) e de tributos (IPVA, IPTU, ISS e taxas) por meio do cartão de crédito Banescard.
  • Contratações sujeitas às análises de crédito e cadastro.

Informações completas disponíveis em: www.banestes.com.br/estamosjuntos

Banestes