Últimas

Trechos de rodovias continuam interditados após chuvas atingirem o ES

Interdição em Muniz Freire

Pelo menos dois trechos de rodovias estaduais permanecem interditados no Espírito Santo. Ambas interdições são em áreas rurais dos municípios de Pinheiros, na região noroeste do estado, e Muniz Freire, no Sul. Há ponto de interdição em uma rodovia federal.

Na Rodovia ES-379, entre Muniz Freire e Castelo, o trecho segue passando pelos trabalhos de desobstrução. De acordo com comunicado divulgado pelo Departamento de Edificações e Rodovias do Espírito Santo (DER-ES), a interdição ocorre na localidade de Serra de Muniz Freire. A previsão para liberação do trecho é até sábado (13).

Como rota alternativa, o DER-ES orienta os condutores que seguem de Castelo à Muniz Freire, a utilizar a Rodovia ES-166, seguindo pela ES-482 e ES-181. Outra alternativa é seguir pela ES-166, passando pela BR-262 e ES-181.

Interdição em Pinheiros

Já em Pinheiros, um trecho da rodovia ES-137 foi totalmente interditado após o rompimento de uma barragem, a cerca de sete quilômetros do distrito de São João Sobrado. Segundo o DER-ES, um cidadão teria construído a barragem às margens da rodovia sem autorização.

Com as chuvas intensas, a barragem rompeu, levou bueiros e alagou o trecho. De acordo com o DER-ES, a interdição é por tempo indeterminado. A rota alternativa são os acessos nas estradas rurais.

Em Guaçuí, entre o km 97 e km 99 da BR 482, há interdição da pista em ambos os sentidos, em virtude de deslizamento de terra. A informação foi confirmada pela Polícia Rodoviária Federal.


Folha Vitória