Últimas

Último paciente internado do Amazonas tem alta hospitalar nesta sexta-feira (19)


Depois de 57 dias internado no Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, o paciente Luiz Gonzaga Trajano, de 56 anos, recebeu alta hospitalar na tarde desta sexta-feira (19), em clima de felicidade e gratidão.

“Eu lembro que quando me foi ofertado vir para o Espírito Santo, de início eu neguei, não queria vir. Vendo a situação de Manaus e os problemas enfrentados no hospital em que eu estava internado, eu tomei a decisão pensando na minha esposa. Estávamos sentados em uma cadeira há alguns dias, sem qualquer perspectiva de melhora. Ela estava dentro do hospital correndo risco de se contaminar. Aceitei a ajuda para que ela fosse para casa”, contou o paciente, muito emocionado.

O manauara chegou ao Hospital Dr. Jayme no dia 21 de janeiro em uso de máscara de oxigênio em alto fluxo. O paciente estava internado em um hospital de Manaus apresentando febre, dor ao engolir os alimentos, dor torácica, mialgia, além da falta de ar. Na unidade, referência estadual em casos graves da Covid-19, recebeu toda a assistência e cuidados necessários. Nesta sexta-feira (19), Trajano é o último paciente vindo do Amazonas a deixar o Espírito Santo.

Ele conta que ao longo dos quase dois meses de internação, o mais difícil foi ficar longe da família. O pouco contato com os familiares torna o tratamento cansativo, mas, para não desanimar, a esposa e os filhos mandavam áudios e as conversas via chamada de vídeo eram um alento. “O último áudio da minha esposa é um agradecimento à equipe. Em meu nome e da minha família, eu também quero agradecer tudo o que vocês fizeram por mim. Sei que não mediram esforços e se eu não tivesse aceitado essa oportunidade, talvez não estivesse mais nesse mundo”, lembrou.

E no dia de ir embora, a ansiedade tomou conta. Segundo Trajano, os planos para uma nova vida também já estão desenhados, mas, antes de colocá-los em prática, o primeiro desejo a ser realizado é poder comer uma caldeirada de tambaqui. “E essa caldeirada será especial, eu vou pescar o peixe”, conta.

Pacientes do Amazonas
Nos dias 21 e 22 de janeiro, o Espírito Santo recebeu 36 pacientes transferidos do Estado do Amazonas para dar continuidade ao tratamento contra o novo Coronavírus (Covid-19) em solo capixaba. O acolhimento a esses pacientes aconteceu em detrimento da situação de grave crise sanitária na cidade de Manaus, com registros de falta de oxigênio aos pacientes, e também necessidade de leitos.

Todos os 36 pacientes permaneceram sob os cuidados dos profissionais do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves e ficaram em leitos de isolamento. O Serviço de Assistência Social ficou em constante monitoramento da evolução do quadro clínico.

Nesta sexta-feira (19), com a alta hospitalar do paciente Luiz Gonzaga Trajano, não há mais nenhum paciente do Amazonas internado na unidade. Ao longo desse período, foram 27 altas hospitalares e nove óbitos.


Governo ES