Últimas

ALERTA: Jovens já representam 43% das mortes nos hospitais do ES; assista a coletiva

Em coletiva à imprensa nesta segunda-feira (19), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes atualizou os dados sobre a Covid-19 no Estado.

"Temos uma doença que se comporta com mortalidade maior na população jovem", destacou.

O número de mortes em pessoas mais jovens por coronavírus tem subido nos hospitais do Espírito Santo. Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), de outubro de 2020 até 28 de fevereiro, óbitos hospitalares por covid-19 entre 18 e 29 anos representavam 25%. Mas de 1 de fevereiro a 18 de abril, os óbitos dessa faixa etária subiram para 43%. 

O subsecretário de Saúde, Luiz Carlos Reblin, também presente na coletiva, reforçou a necessidade de que os jovens tomem mais consciência e cuidado em relação à pandemia e afirmou que o jovem pode ser causa prepoderante da subida de uma nova curva de casos, se arriscando a adoecer de forma grave, ser internado e ir a óbito.

"Praticamente dobrou o número de óbitos em jovens que são internados. Os jovens precisam entender que não estão imunes à doença, independentemente de ter tido ou não a doença", reforçou. 

Ocupação hospitalar

O secretário Fernandes aponta que há uma estabilização de internações, atualmente sem fila de espera para pacientes graves ou moderados. 

"Estamos desde sexta-feira mantendo um comportamento de atender em menos de 24 horas toda a demanda de pacientes de enfermaria e UTI. A queda de casos poderá apresentar uma percepção da queda nas internações de UTI até o final de abril, em especial no início do mês de maio. Porém, não iremos alcançar em menos de 60 dias, os níveis que tivemos entre a primeira e a segunda expansão de casos", observa.