Últimas

Avião se acidenta em BH; piloto não resistiu


Uma aeronave sofreu um acidente no Aeroporto da Pampulha, no início da tarde desta terça-feira (20). Segundo a Infraero, o jato estava descendo na pista de pouso e não conseguiu parar. A aeronave foi para fora da pista, mas ainda dentro dos limites do aeroporto.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um dos pilotos, que tinha ficado preso às ferragens, morreu.

O outro piloto foi resgatado em estado grave, por volta de 16h15 (veja no vídeo a seguir o momento do resgate). Ele foi levado ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII no helicóptero dos bombeiros, e chegou por volta de 17h.

Uma terceira pessoa que estava na aeronave foi retirada logo no início dos trabalhos, com escoriações. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de BH, ela recusou atendimento.

As vítimas não foram identificadas.

Os bombeiros trabalharam em conjunto com profissionais da Infraero e tiveram que serrar uma parte do avião para acessar a cabine frontal. 


A pista de pouso e decolagem do aeroporto ficou interditada de 13h55 até 14h29.

Causas do acidente

Ainda não há informações sobre as circunstâncias que fizeram o avião não ter conseguido parar a tempo. A princípio, segundo os bombeiros, o trem de pouso da aeronave não abriu.

Acidente com aeronave deixa uma pessoa morta e duas feridas no aeroporto da Pampulha. — Foto: Arte G1

A Infraero disse que a aeronave estava fazendo um "voo de teste" quando saiu da pista após o pouso.

O voo de teste é um procedimento corriqueiro. De tempos em tempos, as aeronaves saem do hangar no aeroporto, onde fazem manutenção, e fazem o voo de teste. Decolam lá do aeroporto mesmo, fazem a avaliação no ar, e descem.

Aeronave minutos antes de cair, segundo uma testemunha. — Foto: Marcelo Ernesto / Arquivo pessoal

Segundo a Infraero, a ocorrência será investigada pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que poderá dar mais detalhes sobre o caso.

O Cenipa foi procurado e disse que investigadores já foram acionados para coletar dados da ocorrência e que a "conclusão das investigações terá o menor prazo possível, dependendo sempre da complexidade". O centro de investigação não forneceu outros detalhes.


Informações sobre o avião

A aeronave é um Learjet modelo LR35, prefixo PR-MLA, fabricado em 1976, com capacidade para oito passageiros.

Ela está em nome de Sequip Locação Segura e está com a documentação em dia, segundo registro mais atualizado na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

O operador responsável pela aeronave neste momento é a empresa Eletric Power Construção.