Últimas

“Gastei tudo em jogos de azar”, diz estelionatária presa por golpes imobiliários que renderam mais de R$ 4 milhões



A Divisão de Investigações e Operações Especiais – DIOE, da Polícia Civil do Pará, prendeu nesta quinta-feira (27) em Belém, uma mulher de 41 anos, pelos crimes de Falsificação de Documento Público e Estelionato. Segundo as investigações, a indiciada atuava como administradora e corretora de uma empresa que aplicava golpes através de contratos fraudulentos. A prisão ocorreu em via pública no bairro Umarizal, quando a mesma tentou empreender fuga.

De acordo o Delegado Neyvaldo da Silva, com a prática delituosa, a mesma promoveu a venda de vários imóveis de propriedade de herdeiros e empresários desta capital. “Nossa investigações apontaram que a indiciada se apropriou indevidamente dos respectivos valores, que somados atinge o montante de R$4.055.000,00”, afirmou.

Em depoimento na sede da Dioe, a mulher usou do seu direito de permanecer calado e de não responder perguntas, mas informou que gastou todo capital em jogos de azar, pois disse que é viciada em jogos.

Além de causar um enorme prejuízo aos proprietários dos bens vendidos, vitimou, também, os compradores, que disponibilizou de seus recursos financeiros para adquirir imóvel.

Além do Mando de Prisão Preventiva, também foram expedidos Mandados de Busca e Apreensão em escritórios da corretora, mas ao checar nos endereços, os agentes encontraram o local vazio.

Após procedimentos penais na sede da Dioe, a mulher foi encaminhada ao Sistema Penal e está à disposição da Justiça. (Com informações da PC)

RG 15 / O Impacto