Últimas

Com Bolsonaro internado e Mourão viajando, saiba quem pode presidir o Brasil


Com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) internado em São Paulo, o vice Hamilton Mourão (PRTB) em viagem ao exterior e o chefe da Câmara Arthur-Lira (PP-AL) impedido, quem deve assumir interinamente a chefia do Executivo é o presidente do Senado Rodrigo Pacheco (DEM-MG) .

Bolsonaro precisou ser internado na madrugada desta quarta-feira (14) em decorrência de uma obstrução intestinal. O mandatário foi transferido para a capital paulista a fim de realizar mais exames e avaliar a necessidade de uma cirurgia de emergência , que pode deixá-lo afastado do cargo por alguns dias.

Apesar da ausência de Bolsonaro, Mourão, que seria o primeiro na linha sucessória, embarcou em uma viagem à Angola, na tarde de hoje . O vice-presidente irá representar o Brasil em uma reunião da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que já estava marcada.

Segundo a Constituição, Arthur Lira seria o próximo a assumir o cargo na ausência dos titulares eleitos, mas está impedido devido a uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). Em 2016, a Corte determinou que políticos réus — como é o caso de Lira — não podem assumir o posto, fazendo com que Pacheco fique incumbido da função interinamente.

iG