Últimas

Vacinas contra COVID-19 em idosos apresentam boa efetividade

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O Observatório Covid-19 Fiocruz realizou um estudo comparando dados de vacinação de idosos com registros de hospitalização e morte por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ou Covid-19 (confirmada ou suspeita) que constatou a efetividade dos dois principais imunizantes aplicados no Brasil, Coronavac e Oxford-AstraZeneca-Fiocruz, na redução de casos graves e hospitalizações.

Foram avaliados tanto indivíduos imunizados com pelo menos a primeira dose, quanto os imunizados com duas doses.

No primeiro caso, independentemente da vacina aplicada, a efetividade foi de 73,7% na faixa dos 60 a 79 anos, e de 63% entre as pessoas com mais de 80 anos. Com o esquema completo de duas doses a efetividade aumenta para 79,8%, de 60 a 79 anos, e 70,3% acima de 80 anos.

Os dados específicos da #VacinaCovid19Fiocruz mostram que com pelo menos a primeira dose há uma efetividade de 81,7% na faixa de 60 a 79 anos, e 62,8% naqueles com mais de 80 anos. Com as duas doses da vacina produzida no país pela Fiocruz, foi estimada uma efetividade de 93,8% de 60 a 79 anos, e 91,3% acima dos 80 anos.

Fiocruz