Dia D contra Covid-19: quase 60 mil pessoas são vacinadas neste sábado (21)

O dia tão esperado pelos jovens capixabas chegou: o Governo do Estado iniciou a vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19) do público com faixa etária acima de 18 anos. A data vem marcada pelo Dia D de mobilização que acontece de forma simultânea em todo o Estado neste sábado (21). Até o meio-dia já haviam sido imunizadas com a 1ª dose da vacina quase 60 mil pessoas.

Em uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e as secretarias municipais, a expectativa é que com a aplicação das mais de 200 mil doses destinadas a esta ação o Espírito Santo aumente em 5% a imunização da população capixaba. O Governo vem priorizando a vacinação como principal estratégia de enfrentamento à doença.

Durante a manhã, o governador do Estado, Renato Casagrande, e o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, percorreram pontos de vacinação.

“Nosso esforço com o Dia D é para atingirmos 5% da população vacinada apenas hoje. Fizemos uma grande divulgação e queremos dar um salto na imunização. Estávamos em queda nos números da pandemia, mas agora se estabilizou. As pessoas não podem deixar de se vacinar. Não percamos tempo. É um chamamento para a juventude, que acaba se expondo mais. Quem não puder vir hoje, venha outro dia, assim se protege e protege a quem ama. A variante delta tem feito crescer os números no Rio de Janeiro e em outros países. Não estamos satisfeitos, pois ainda perdemos vidas todos os dias e não queremos perder mais ninguém”, afirmou o governador.

De acordo com o secretário Nésio Fernandes, a partir de agora as estratégias de vacinação serão intensificadas para alcançar a juventude.

“Nesta sexta-feira e sábado [20 e 21], a meta é vacinar 5% da população, porque alguns municípios anteciparam o dia D. Quando se faz um movimento grande de vacinação em poucos dias, o impacto epidemiológico é sentido depois de 30-40 dias quando percebe-se uma redução do número de internações e casos. A adesão está sendo muito satisfatória por parte da população. Queremos realizar novas estratégias para alcançar o público jovem, porque ele não tem o hábito de se vacinar ao longo da vida. O calendário prioriza a fase da infância e a mais idosa, por isso pensar formas de mobilizá-los a se vacinar, seja direto nas escolas/faculdades ou nos pontos que mais se concentram”, frisou o titular da Sesa.

O governador e o secretário da Saúde também fizeram agradecimentos às equipes envolvidas no Dia D de vacinação e externaram a gratidão a todos os profissionais da saúde que estão trabalhando no enfrentamento da pandemia e a favor da vida.

Até as 12 horas deste sábado (21), foram aplicadas 53.437 D1, 5.488 D2 e 25 doses únicas em todo o território capixaba.

Pontos de vacinação

A vacinação no Ginásio Presidente João Goulart (Tartarugão), em Vila Velha, vai até as 17 horas. O município disponibilizou 21.400 doses de vacina para o Dia D. Vila Velha já administrou 424.014 doses da vacina, sendo 308.716 para a primeira dose e 115.298 para a segunda dose.

Vacinada pelas mãos do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, Manoela Mello, 18 anos, estudante de Medicina Veterinária, estava muito empolgada com a vacinação. “Sonhava com esse dia, porque queremos retomar nossa rotina, seja na sala de aula presencial de uma vez, seja na convivência com as pessoas. Já tive Covid-19 e perdi um parente. A vacina precisa chegar a mais e mais pessoas”, declarou.

Tainá Batista Rangel Venâncio, 18 anos, moradora de Vila Nova, Vila Velha, estava feliz por tomar a vacina, apesar da “careta” que fez na hora da injeção. “Nossa, fico tensa, mas é por uma causa importante. Lá em casa alguns parentes pegaram a doença numa época em que não tinha vacina, não quero adoecer”, disse.

Quem também estava ansiosa para receber a vacina era a estudante de Direito, de 18 anos, Isa Cavati Gava, moradora de Itaparica, em Vila Velha. “Feliz demais por esse dia. Cheguei cedo e não via a hora. Em casa ninguém adoeceu pelo vírus, mas sempre tive medo. Hoje estou mais aliviada por começar o ciclo da imunização”, relatou.

No Centro de Reabilitação Física do Espírito Santo (Crefes), Ana Luiza Neves Siqueira, 18 anos, moradora de Novo México, Vila Velha, recebeu sua primeira dose. “Estava ansiosa para agendar a vacinação e foi tudo muito fácil. Estou muito feliz e já esperando setembro para a segunda dose. Vacinar é muito importante, temos que fazer a nossa parte”, asseverou.

A experiência da vacinação para Thiago Baiense Peçanha Vieira, de 20 anos, morador do Centro de Vila Velha, foi duplamente positiva: “Tentei várias vezes agendar a vacina, não via a hora de chegar este dia. Encontrei um amigo do Ensino Fundamental trabalhando aqui e ele me vacinou. Foi incrível. Fiquei duplamente feliz. As vacinas estão aí para salvar vidas.”

Ele também se vacinou no Crefes que possui 1.000 doses e vai vacinar até às 17h. Foram 970 agendamentos. Ao todo, são 39 vacinadores, sendo 29 servidores da Sesa e mais 10 alunos da Universidade de Vila Velha (UVV) sob supervisão dos profissionais da secretaria.

“Nosso time do Hospital Estadual Bezerra de Faria (HABF) está muito orgulhoso de fazer parte dessa grande mobilização para vacinar a população. Tem colegas que saíram do plantão e vieram. É um grande esforço para eliminarmos muito a circulação desse vírus”, disse a coordenadora de enfermagem do HABF, Laudicéia Mello.

Governo ES



Postagem Anterior Próxima Postagem