FALSIFICADOR | Falso médico é preso pela Polícia Federal em São Mateus, ES


Ele foi contratado por diversas prefeituras do Norte do ES e também pelo governo estadual e, em salários dos últimos três anos, recebeu aproximadamente R$ 850 mil.

Sede da Polícia Federal em São Mateus 

Um falso médico foi preso nesta quarta-feira (18) em São Mateus, no Norte do Espírito Santo. O homem, que não teve o nome divulgado, foi alvo de um mandado de prisão e preso pela Polícia Federal.

Ele e outros falsos médicos foram descobertos atuando em um hospital municipal de Jitaúna, na Bahia, após investigação da PF.

Segundo a PF, o homem matriculou-se em uma faculdade de medicina na Bolívia, onde estudou por um semestre.

Depois solicitou transferência para uma faculdade brasileira e adulterou os registros para que computassem quatro anos de estudo ao invés de seis meses. Dessa forma, concluiu de forma fraudulenta o curso.

De acordo com a PF, a faculdade brasileira foi vítima da ação do falso médico.

No Espírito Santo, ele foi contratado por diversas prefeituras do Norte do estado e também pelo governo estadual e, em salários nos últimos três anos, recebeu aproximadamente R$ 850 mil, segundo as investigações da PF.

Paralelamente, de acordo com a PF, ele passou a recrutar estudantes e repetia o processo. Os enviava para estudarem por seis meses e falsificava a documentação na transferência para que o tempo de curso fosse abreviado. Pelos serviços de falsificação, ele cobrava entre R$ 20 mil e 40 mil reais.

G1 ES





Postagem Anterior Próxima Postagem