Falta de chuva deixa todos os municípios do Espírito Santo em alerta para seca


A falta de chuva no Espírito Santo acende o sinal laranja. De acordo com o Monitor de Seca, todos os 78 municípios do Estado estão em alerta.

De acordo com o levantamento realizado pelo Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural, 50 cidades estão em risco baixo e outras 28 estão em risco moderado.

Os mapas do levantamento mostram a evolução da seca no estado nos últimos dois meses. Em junho, mais de 85% do território capixaba apresentava seca fraca, situação representada pela cor amarela.

Já no mês seguinte, a situação passou para moderada no centro-norte do Espírito Santo. O coordenador de Meteorologia do Incaper, Hugo Ramos, destacou que o cenário teve uma leve piora nos municípios de Colatina, Linhares e São Mateus.

Foto: incaper

Segundo à Agência de Recursos Hídricos do Espírito Santo, os rios estão com volume 50% abaixo da média histórica. A situação é considerada típica para essa época do ano e não gera risco para o abastecimento.

O coordenador de Meteorologia do Incaper, Hugo Ramos, explicou que, por enquanto, o cenário não é tão grave, principalmente, quando comparado a outros Estados do país. No entanto, é preciso que a população colabore e evite os desperdícios.

"O Espírito Santo, principalmente, o Norte do Estado, atingiu o estágio de seca moderada, que é um pouquinho mais intenso que a seca fraca, que seria um período de estiagem. E agora, há uma situação, até mesmo de atenção, uma vez que a gente precisa economizar um pouco mais, ter um uso mais responsável da água. Ainda não estamos numa situação de gravidade como em outras áreas no país. No entanto, a gente tem que ter um pouco mais de cuidado na questão do uso da água, pra quando a gente terminar o período seco, lá pra os meses de outubro e novembro, com o aumento das chuvas, a gente não passe por uma situação de tão gravidade assim, disse Hugo."

A expectativa é de que as chuvas retornem com mais regularidade na segunda quinzena de outubro.

"Mas pra que haja um aumento do armazenamento da água do solo, a recuperação dos mananciais, esse tempo de resposta ainda é um pouco lento. Então, por essa razão, a gente sabe que só no final do ano que a gente pode ter uma situação normalizada, acrescentou".

Situação dos rios

A Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) esclareceu que não há situação de alerta decretado pelo Espírito Santo por conta da questão hídrica.

Segundo a Agerh, nesta fase mais intensa do período de estiagem, entre os meses de setembro e outubro, foram reforçados o monitoramento e o nível de atenção quanto às vazões, que seguem abaixo da média, mas não atingem níveis críticos e prejuízos ao abastecimento de água.

Em todo o território capixaba, os rios estão com comportamento típico para os meses mais secos do ano, entre abril e outubro. No geral, de acordo com a Agerh, eles estão com volume 50% abaixo da média histórica. A queda é observada com mais intensidade nos municípios do Norte e Noroeste do Estado.

Veja como foi classificado cada município do ES:

SECA BAIXA

Afonso Cláudio
Alegre
Alfredo Chaves
Alto Rio Novo
Anchieta
Apiacá
Atílio Vivacqua
Baixo Guandu
Bom Jesus do Norte
Brejetuba
Cachoeiro de Itapemirim
Cariacica
Castelo
Conceição do Castelo
Divino de São Lourenço
Domingos Martins
Dores do Rio Preto
Fundão
Guaçuí
Guarapari
Ibatiba
Ibiraçu
Ibitirama
Iconha
Irupi
Itaguaçu
Itapemirim
Itarana
Iúna
Jerônimo Monteiro
João Neiva
Laranja da Terra
Marataízes
Marechal Floriano
Mimoso do Sul
Muniz Freire
Muqui
Piúma
Presidente Kennedy
Rio Novo do Sul
Santa Leopoldina
Santa Maria de Jetibá
Santa Teresa
São José do Calçado
São Roque do Canaã
Serra
Vargem Alta
Venda Nova do Imigrante
Viana
Vila Velha
Vitória

SECA MODERADA

Água Doce do Norte
Águia Branca
Aracruz
Barra de São Francisco
Boa Esperança
Colatina
Conceição da Barra
Ecoporanga
Governador Lindenberg
Jaguaré
Linhares
Mantenópolis
Marilândia
Montanha
Mucurici
Nova Venécia
Pancas
Pedro Canário
Pinheiros
Ponto Belo
Rio Bananal
São Domingos do Norte
São Gabriel da Palha
São Mateus
Sooretama
Vila Pavão
Vila Valério


TV Vitória/Record TV



Postagem Anterior Próxima Postagem