Inclusão do nome de Chico Xavier no Livro de Heróis e Heroínas da Pátria é aprovada na Câmara dos Deputados

Proposta que inscreve o nome de Chico Xavier no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria, que homenageia personagens considerados fundamentais para a construção da história brasileira, foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados.

O Projeto de Lei 2.224/19, de autoria do deputado Franco Cartafina (PP-MG), tramitou em caráter conclusivo e poderá seguir para a análise do Senado, a não ser que haja recurso para a votação pelo Plenário. O parecer favorável à proposta foi apresentado na reunião da Comissão nesta semana, pela relatora da matéria, a deputada Erika Kokay (PT-DF).

O Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria é um documento que preserva os nomes de figuras que marcaram a história do Brasil. O chamado Livro de Aço encontra-se no Panteão da Pátria, na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF).

Chico Xavier

Francisco Cândido Xavier completaria 111 anos em abril de 2021. Ele nasceu em Pedro Leopoldo, mas morou em Uberaba de 1959 até a morte, em junho de 2002. Até hoje, a figura do médium é associada a mensagens de fé, amor e esperança, obras de caridade e divulgação da doutrina espírita mundo afora.

Ele é considerado um dos maiores médiuns da história, com intensa dedicação à psicografia. Expoente da Doutrina Espírita no Brasil, lançou mais de 400 livros espíritas e cedeu os direitos autorais de todas as obras para instituições de caridade. Chico Xavier foi indicado ao prêmio Nobel da Paz na década de 1980.

G1


Postagem Anterior Próxima Postagem