Polícias Militar e Civil prendem professora com mais de 1,8 kg de drogas

Rosângela Araújo de Brito, professora da rede estadual, foi presa por suspeita de tráfico de drogas em Monte Alegre-PA — Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma professora da rede estadual foi presa no bairro Planalto, em Monte Alegre, no oeste do Pará, por equipes das Polícias Militar e Civil que faziam ronda preventiva no bairro Planalto na tarde desta quinta-feira (26). Na casa de Rosângela Araújo de Brito, 48 anos, os policiais encontraram quase 2 kg de drogas.

De acordo com informações do sargento PM Wagner, durante a ronda um veículo que estava estacionado saiu em disparada com a aproximação das viaturas policiais. Foi feito o acompanhamento do veículo que era dirigido pela professora Rosângela. Ela começou a fazer manobras arriscadas e chegou a jogar o veículo em cima do canteiro central, segundo a polícia.

"Nós demos sinal sonoro de parada, mas a senhora continuava dirigindo, até que nós alcançamos e ela já na frente da casa dela. Quando fizemos a abordagem, duas petecas de drogas foram encontradas no veículo. Perguntamos se ela tinha mais, ela negou, mas deixou que entrássemos na residência, onde encontramos uma quantidade de drogas em um fundo falso de um armário e em nova busca, encontramos uma porção maior, como um tijolo, dentro da geladeira", contou sargento Wagner.

Segundo o policial, o marido da professora Rosângela foi preso há quatro meses por tráfico de drogas. Na ocasião, ela estava com ele, mas foi liberada após prestar esclarecimentos.

Drogas, dinheiro, joias, relógios encontrados na casa da professora Rosângela Araújo de Brito foram levados para a delegacia — Foto: Arney Barreto


Rosângela que atuava no Sistema Modular de Ensino (Some) foi conduzida à delegacia e autuada em flagrante por tráfico de drogas. A droga totalizou 1,803 kg entre skunk e crack.

"Nós lamentamos que uma pessoa que tem uma profissão, infelizmente descambou para o lado do crime", disse o major Eduardo Carvalho, comandante do Batalhão Gurupatuba.

O major também falou sobre o trabalho integrado das forças de segurança pública no combate à criminalidade. "Tivemos mais uma atuação exitosas das nossas polícias Militar e Civil fazendo a retirada dessa droga de circulação das ruas. Com certeza essa droga iria ser comercializada em Monte Alegre causando destruição familiar. Isso reforça nosso compromisso que é estar nas ruas fazer policiamento ostensivo e preventivo de forma inteligência e dinâmica, dando resposta à sociedade que tanto nos ajuda e apoia. As informações da sociedade são muito valiosas pra nós e o resultado é esse", finalizou.

G1


Postagem Anterior Próxima Postagem