Jovens são flagrados com submetralhadora dentro de carro de aplicativo em Vila Velha, ES

Passageiros afirmam que pediram uma corrida até o Morro do Inhoá para usar drogas. No entanto, agentes da Guarda Municipal afirmam que eles foram até o local para cometer outros crimes.


Dois jovens e um adolescente foram flagrados com uma submetralhadora caseira durante uma operação da Guarda Municipal e da Marinha no Morro do Inhoá, no Centro de Vila Velha, na Grande Vitória.

Eles estavam dentro de um carro de aplicativo no momento em que foram abordados. Segundo os agentes, eles estavam prontos para cometer algum crime.

Oito fuzileiros navais e quatro agentes da Guarda participaram da operação na área, que é de responsabilidade da Marinha. Após saírem do veículo, os jovens se renderam e foram colocados no chão. O motorista do carro, segundo a Guarda, não sabia que os passageiros estavam com a arma.

Os três chamaram uma corrida no bairro Primeiro de Maio, também em Vila Velha, com destino à Prainha. No entanto, ao chegarem à Prainha, eles pediram para o motorista estender a viagem até o Morro do Inhoá, um local afastado, que fica atrás da Escola de Aprendizes de Marinheiros.

A movimentação chamou a atenção de fuzileiros navais e da Guarda Municipal, que decidiram abordar o trio.

"Quando o motorista de aplicativo chegou ao local e percebeu que existia uma guarnição da Guarda e da escola de marinheiros, ele imediatamente se prontificou, se identificou, dizendo que era motorista de aplicativo e aí fizemos a abordagem padrão", explicou Patrick Oliveira, agente da Guarda Municipal.

Bastante assustado, o motorista de aplicativo preferiu não se identificar, mas disse que sentiu que seria assaltado quando os jovens pediram para mudar a rota da corrida.

Os três disseram que iam ao Morro do Inhoá para usar drogas.

"Essa situação poderia ser uma mão armada, poderia acontecer uma tragédia. Outras pessoas que praticam esporte poderiam sofrer uma ação de violência. Moradores que moram em algumas residências poderiam sofrer alguma invasão já que os meliantes estavam armados e tem passagens pela polícia", disse o agente Patrick.

Entre os jovens estava um adolescente de 17 anos, que confessou que a arma era dele. Foram presos ainda Daniel Ferreira Gomes Júnior, de 19 anos, e André Phelippe Reis de Oliveira, de 21.

Daniel e o adolescente já possuíam uma outra passagem pela Justiça por tráfico de drogas.

Os três foram levados para a Delegacia Regional de Vila Velha.

Fonte: G1




Postagem Anterior Próxima Postagem