Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado

Ao chegar do trabalho a mulher se deparou com a criança sem vida em casa, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha à sul-mato-grossense Ponta Porã.


Uma mulher encontrou o filho de 2 anos morto ao chegar em casa, no início da noite dessa quarta-feira (1º), em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha à sul-mato-grossense Ponta Porã. O irmão da criança, um adolescente de 14 anos, está desaparecido.

Conforme a polícia paraguaia, como de rotina, a mãe saiu de casa no início da manhã para trabalhar e deixou o filho mais novo sob os cuidados do adolescente.

Quando a mulher retornou para casa, se deparou com o pequeno morto e ao lado um bilhete escrito à mão em uma folha de caderno, em guarani, que traduzido para o português diz: "Sinto muito. Seu filho viu o que não devia e estamos com seu filho maior”.

Ainda de acordo com a polícia, o bebê foi morto por asfixia ou sufocamento. Não foram encontradas lesões no corpo e nem sinais de violência sexual.

Violência na fronteira
A fronteira entre Brasil e Paraguai tem sido cenário de vários episódios de execuções. Segundo a polícia, em vários casos, os personagens têm relação com o tráfico de drogas.

A última execução aconteceu em Ponta Porã. Denis Palacios, de 42 anos, foi atingido por 30 tiros de fuzil ao sair de uma festa na madrugada de segunda-feira (30), no bairro Jardim Parque Eucaliptos.

Nos sete primeiros meses deste ano, entre 1º de janeiro e 31 de julho, 87 pessoas foram executadas, segundo autoridades de segurança dos dois países.

Fonte: G1




Postagem Anterior Próxima Postagem