Operação da polícia prende nove pessoas no Norte do ES


Um total de 15 mandados de busca em aberto foram cumpridos e nove pessoas foram presas na nova fase da Operação Estado Presente, realizada ao longo desta semana na região Norte do Espírito Santo.

A operação antecede reuniões realizadas, periodicamente, com gestores da segurança pública de cada região.

“Continuaremos trabalhando e contamos com o apoio do Poder Judiciário, Ministério Público e, principalmente, do município, para que entre com ações fortes nos bairros com vulnerabilidade social, onde, lamentavelmente, ocorrem os homicídios”, disse o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho.

Reunião discute ações de combate ao crime no Norte do ES

Na manhã desta quinta-feira (02), o secretário Estado de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho e o secretário de Estado de Economia e Planejamento e coordenador do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, Álvaro Duboc, estiveram reunidos com os gestores de segurança pública da Região Norte, para discutir as ações de segurança empregadas nos municípios da região.

O encontro ocorreu na sede do 13º Batalhão da Polícia Militar, em São Mateus, e serviu para avaliar as ações adotadas no eixo Policial do Programa Estado Presente, analisar seus resultados e estudar possíveis ajustes.

O secretário de Economia e Planejamento ressaltou o fato de Segurança Pública representar um desafio permanente. Para enfrentar esse desafio, o Estado revê estratégias e metodologia de trabalho de forma sistemática, dentro do Programa Estado Presente em Defesa da Vida.

“As reuniões das Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) ajudam as equipes gestoras a compreender o cenário e definir as ações de enfrentamento à violência e à criminalidade no nosso Estado”, diz o secretário.

Duboc, que também atua como secretário-executivo do Programa estado Presente em Defesa da Vida, destaca ainda os investimentos que vêm sendo feitos no âmbito da Segurança Pública capixaba, a exemplo do contrato para a aquisição do Sistema Automatizado de Identificação Biométrica (ABIS), que vai dinamizar o processo de identificação civil e criminal no Espírito Santo, e que foi anunciado recentemente pelo Governo.

Histórico

A Operação Estado Presente é realizada nas regiões do interior do Estado e também na Grande Vitória. O principal foco é a visibilidade policial, a prevenção e a elucidação de crimes violentos. Só este ano, a Operação Estado Presente teve oito edições.

Em janeiro, as forças de segurança estiveram no sul do Estado. O resultado foi a prisão de sete pessoas e o cumprimento de nove mandados de busca e apreensão.

Em fevereiro, a ação aconteceu nos municípios de Aracruz, Linhares e Jaguaré, na região norte. Dez maiores foram presos e quatro menores apreendidos. Depois, as ações seguiram para o município de Iúna, no Caparaó. Ações preventivas também aconteceram em diversos municípios da região serrana.

Em março, as ações aconteceram nos municípios de Colatina, Ecoporanga, Pinheiros, Pancas e Barra de São Francisco, na região noroeste do Estado. Ao todo, 26 pessoas foram presas em cumprimento de mandados de prisão e em flagrante.

No mês de maio, a Operação Estado Presente chegou ao sul do Estado, onde prendeu um homem de 27 anos, investigado em um duplo homicídio em Anchieta. Ainda em maio, a ação ocorreu na Grande Vitória e resultou em oito pessoas detidas, sendo três com mandados de prisão por homicídios.

Em junho, a Operação Estado Presente aconteceu no norte do Estado e resultou na condução de 17 pessoas à delegacia em que oito suspeitos foram presos em cumprimento de mandados de prisão, sendo três por homicídio e oito autuados em flagrante por crimes como porte ilegal de arma de fogo. Uma pessoa foi liberada após assinatura de termo circunstanciado.

Entre os dias 12 e 14 de julho, a operação aconteceu na região noroeste. Na ocasião, foram cumpridos 13 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão. em que 29 pessoas foram detidas. Ainda em julho, na região sul, na oitava edição, resultou em 11 prisões e 15 mandados de busca cumpridos.

Fonte: Secretaria Estadual de Segurança Pública.



Postagem Anterior Próxima Postagem