Irina Shayk sai em defesa da marca após desfilar com vestido adornado com leão de pelúcia

A modelo desfilou com um dos vestido mais polêmicos da apresentação da coleção de verão 2023 de alta-costura da Schiaparelli

Schiaparelli Launchmetrics Spotlight

Irina Shayk saiu em defesa da Schiaparelli após a marca sofrer uma série de represálias por conta da coleção de verão 2023 de alta-costura, apresentada na segunda-feira (24), e que exibia cabeças de animais de pelúcia em suas roupas.

A modelo russa desfilou com uma das peças mais polêmicas do evento, também usada por Kylie Jenner que assistiu ao show na primeira fila, durante a semana de moda de Paris, na França. O vestido longo e preto era adornado com um leão de pelúcia feito de lã, seda e espuma.

"Apoio esses artistas incríveis que trabalharam incansavelmente com as mãos, usando lã, seda e espuma, para esculpir este leão bordado e a imagem do Orgulho, uma imagem que @schiaparelli invoca ao explorar temas de força. Sinto-me honrada por ter sido chamada também para emprestar minha arte como mulher a este @danielroseberry", disse ela.
Schiaparelli | Alta-Costura | Verão 2023

Foto: Launchmetrics Spotlight

Ainda na passarela estiveram Naomi Campbell, que desfilou com um vestido cujo ombro ostentava um lobo de pelúcia, e Shalom Harlow usando um vestido de tigre branco, adornado com uma pelúcia da cabeça do felino.

Porém, mesmo se tratando de pelúcia e seda, a vestimenta gerou polêmica entre ativistas de direito dos animais, que questionaram a alusão à crueldade animal que a peça representa.

Opiniões nas redes sociais

Nas redes sociais, fãs dividiram opiniões sobre o gosto pela peça que foi desfilada na nova coleção da marca:

"Quem disse que era ok?", comentou um perfil.

"Ela deve ter chateado o estilista porque ninguém em sã consciência permitiria que você saísse usando essa monstruosidade", disse outro.

"Comportamento típico de leoninos", escreveu mais um.

"Concordo que as cabeças de bicho causam essa estranheza", disse um quarto.

"A pior parte, foram os modelos usando réplicas de cabeças de animais…", comentou outro.

Schiaparelli | Alta-Costura | Verão 2023

Tendo como referência a Divina Comédia e o Inferno de Dante (com direito a três looks para cada um dos nove ciclos do inferno), Daniel Roseberry traz a dúvida e o medo como pontos centrais da coleção apresentada hoje pela Schiaparelli.

“Esta coleção é minha homenagem à dúvida. A dúvida da criação e a dúvida da intenção. Os impulsos gêmeos, às vezes contraditórios, de agradar o público e impressionar a si mesmo”, escreveu ele, que falou sobre se afastar de técnicas com as quais já se sente confortável e experimentar o novo - Elsa Schiaparelli mesmo nunca teve medo de ousar. Saiba mais aqui.

Fonte: G1 / Vogue

Postagem Anterior Próxima Postagem