Morre Simon Dunn, primeiro jogador de rúgbi australiano assumidamente gay

O atleta de 35 anos foi encontrado moto no sábado (21)

Simon Dunn Lukeography

Simon Dunn, de 35 anos de idade, o primeiro atleta de bobsled e rúgbi abertamente gay da Austrália, morreu no último sábado (21). Segundo informação do Daily Mail, o corpo de Simon foi encontrado dentro de um automóvel e a causa da morte não foi revelada.

“Por volta das 10h do sábado, 21 de janeiro de 2023, a polícia foi chamada a uma unidade na Crown Street, Surry Hills, após relatos de que o corpo de um homem foi encontrado dentro de um carro”, disse a polícia da província australiana de Nova Gales do Sul, em comunicado oficial.

Simon Dunn, que fazia parte dos Convicts, primeiro time de rúgbi gay da Austrália, anunciou em 2021seus planos de representar a Austrália na equipe de bobsled dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, em Pequim. Porém, por conta de uma lesão no bíceps, se aposentou precocemente.

Dunn ainda fez sucesso em capas de revistas gays em todo o mundo. Em 2018 e 2019, ele foi indicado para o Prêmio LGBTI Australiano de Personalidade Esportiva do Ano. Ele também era dedicado defensor dos direitos LGBTQIA+ e embaixador das instituições de caridade australianas Bobby Goldsmith Foundation e Give Out.

Em outubro, Dunn anunciou que estava solteiro, depois do fim de um relacionamento de cinco anos. “Como acabamos de comemorar nosso aniversário de cinco anos, ficou claro que nossos objetivos e jornadas mudaram. Para mim, minha paixão sempre será trabalhar para minha comunidade e organizações de defesa, além de explorar outras maneiras de contribuir“, escreveu ele na época.

Simon Dunn — Foto: Lukeography

Simon Dunn — Foto: Reprodução/Instagram

Fonte: Quem | Globo

Postagem Anterior Próxima Postagem