Recuperado, Rodrigo Caio volta a jogar pelo Flamengo: "Me senti vivo"

Zagueiro sofreu lesão no joelho em julho. Após seis meses de recuperação, atuou por 60 minutos

De olho na Supercopa, o Flamengo enfrentou o Bangu, pelo Carioca, com um time de jovens. No entanto, uma peça experiente esteve em campo: Rodrigo Caio. O zagueiro retornou após mais de seis meses e recomeça a escrever a história no Rubro-Negro.

Rodrigo Caio, do Flamengo, deixa o campo contra o Bangu — Foto: André Durão

Os torcedores que foram até o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, foram os primeiros a ver - de perto - o novo capítulo do zagueiro com a camisa do Flamengo. Apesar de uma atuação discreta, Rodrigo Caio conquistou números que relembram os velhos tempos.

O camisa 3 teve 100% de passes corretos - acertou as 35 tentativas. Nas bolas rebatidas, Rodrigo Caio foi o segundo melhor do Flamengo, com três, ficando atrás do companheiro de zaga Cleiton, que somou 10.

- Mais um obstáculo superado, isso para mim é o mais importante. Poder voltar a jogar, voltar a me sentir vivo novamente, porque é o que eu amo fazer, amo jogar futebol, amo estar dentro de campo e é isso que me deixa feliz - disse em entrevista à FlaTV.

- Um jogo difícil, um campo difícil para se jogar, a equipe do Bangu sabe jogar com a bola no chão, então, tivemos um pouco de dificuldade no começo, mas acredito que a equipe fez uma boa partida, ainda mais por ser jogadores que não estão acostumados a jogar estes tipos de jogos, com um pouco de pressão. Acredito que eles se saíram muito bem, merecíamos a vitória. Importante meu retorno, importante voltar a jogar e me sentir bem e isso é uma vitória para mim - continuou.

A recuperação

Foram 198 dias fora de combate. Rodrigo Caio sofreu uma lesão no menisco medial do joelho esquerdo, contra o Corinthians, no dia 10 de julho. No primeiro momento, as partes optaram por um tratamento conservador, mas, em setembro, o jogador precisou passar por uma cirurgia.

O processo de recuperação foi gradativo, e Rodrigo Caio seguiu o planejamento do departamento médico do Flamengo. Foram mais de três meses de atividades regradas visando ao retorno que aconteceu somente na última terça-feira.

Os 60 minutos em campo trouxeram esperança para o jogador, que comemorou o retorno aos gramados. Agora, Rodrigo Caio seguirá o planejamento do clube, que avaliará o caso do zagueiro juntamente com a comissão técnica e o departamento de futebol.


Fonte: GE

Postagem Anterior Próxima Postagem