Últimas

Nova Venécia participa de entrega da CNH Social no Detran em Vitória


Em solenidade no Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo, 11 venecianos receberam a primeira habilitação pelo projeto CNH Social.

O Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), deu início, nesta sexta-feira (09), à Etapa de Sensibilização pela Vida no Trânsito para os primeiros concluintes da 1ª fase do Programa CNH Social 2019. O objetivo da iniciativa é impactar os novos condutores e aqueles que fizeram adição ou mudança de categoria sobre os riscos e consequências de atos indevidos nas vias por meio de dinâmicas, como apresentações teatrais, exposições e testemunhos.

Estiveram presentes na solenidade, 11 beneficiários de Nova Venécia que receberam a CNH social, acompanhados do Superintendente de Transito de Nova Venécia, José Antonio Monte Belo (Costinha) e da representante do Cras e gestora do CAD Único, Maisa Paulo de Souza. A prefeitura providenciou o transporte para que os beneficiados do projeto fossem pessoalmente receber sua CNH e participar da solenidade.

“Essa é a primeira fase do programa, que acontece durante os quatro anos da atual gestão do governo do Estado, estamos felizes com esse beneficio. Em Nova Venécia foram 86 aprovados, destes, 11 receberam sua CNH, nesta sexta feira no Detran em Vitória. Um avanço para todos”, destacou o Superintendente de Transito de Nova Venécia, José Antônio Monte Belo.
Neste ano, o programa CNH Social foi incluído no Planejamento Estratégico do Governo do Estado, no escopo do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, como um dos projetos para trabalhar no desafio de reduzir o número de vítimas fatais em acidentes de trânsito.
Para inaugurar esta etapa, o governador Renato Casagrande, a vice-governadora Jaqueline Moraes e o diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, acompanharam, junto aos contemplados pelo programa, a palestra do gerente de Educação de Trânsito da Polícia Rodoviária Federal (PRF-ES), inspetor Adriano Bom Jesus.

Casagrande lembrou que mais de 400 pessoas perderam a vida no trânsito no Espírito Santo no primeiro semestre, na maioria das vezes por imprudência e negligência. “São vidas perdidas, famílias destruídas. A conscientização é fundamental e vocês estão recebendo a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Estamos hoje entregando oportunidades a todos vocês e esperamos que possam dirigir de forma consciente, respeitando a vida acima de tudo”, disse.

O governador também fez referência ao início do programa – em sua primeira gestão estadual – e aos cursos especializados para motoristas profissionais que serão ofertados na 2ª fase do programa ainda neste ano. “Na época, entregamos aproximadamente 13 mil CNHs Social. Para as pessoas que têm dificuldade de pagar todas as taxas, essa é a oportunidade. Estamos ofertando em quatro anos 25 mil oportunidades. O programa está se aperfeiçoando para que o Estado cumpra o seu papel, que é dar oportunidades na vida das pessoas”, destacou.

O diretor geral do Detran, Givaldo Vieira, pontuou que além do cunho social, o programa reforça o compromisso que os condutores precisam ter com a vida no trânsito. “Esta nova etapa que criamos, a de sensibilização, tem o objetivo de formar motoristas e motociclistas exemplares, compromissados com a prudência, com a responsabilidade nas vias. O CNH Social avança, a partir deste momento, como um programa de geração de oportunidades, mas também de defesa da vida”, salientou.

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Nova Venécia





Nenhum comentário