Últimas

HorizontES em Extensão pode ganhar o Brasil



O Projeto HorizontES em Extensão pode ganhar o Brasil. A iniciativa do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) foi apresentada, nessa quarta-feira (05), na abertura da 57ª Assembleia Geral Ordinária da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer), em conjunto com o Conselho Nacional das Entidades Estaduais de Pesquisa Agropecuária (Consepa).
“Nós apresentamos o Projeto HorizontES em Extensão tal qual ele foi desenvolvido no Espírito Santo, para que pudéssemos fazer a multiplicação e a divulgação do que a gente tem realizado no Incaper. Além disso, propusemos que a Asbraer coordenasse um projeto semelhante no Brasil. A exemplo do HorizontES aqui no Estado, em que cada região escolheu uma experiência, a proposta apresentada à Asbraer é de que ela coordene essa indicação de experiências, considerando as cinco regiões nacionais”, explicou a coordenadora do HorizontES em Extensão e gerente de Assistência Técnica e Extensão Rural do Incaper, Jaqueline Sanz.
A iniciativa foi bem recebida pelo presidente da Asbraer, Nivaldo Magalhães. “O HorizontES, por si só, já abre novos horizontes para a extensão rural no Brasil. A gente precisa fazer com que chegue aos outros estados. O Incaper está de parabéns pela iniciativa. A ideia tem muita consistência e a Asbraer precisa estar junto para que esse projeto chegue em nível nacional. Parabéns, Espírito Santo, pela iniciativa”, disse Magalhães.
Representantes das Empresas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) de outros estados brasileiros presentes no evento concordaram. “O HorizontES em Extensão é uma iniciativa que valoriza as relações existentes nas comunidades e permitem alavancar iniciativas produtivas econômicas de inclusão e de renda. Transpor esta experiência para nível de Brasil só pode ser coisa boa. Se voltarmos às comunidades e às iniciativas de extensão, vamos identificar inúmeras e valiosas iniciativas, e é o que o HorizontES se propõe a fazer. Uma proposta louvável”, elogiou Hur Ben Silva, da Emater do Paraná.
Agora, o Incaper vai colaborar na nacionalização do HorizontES: “O projeto foi bem recebido pelos presentes e, daqui para frente, vamos construir junto com a Asbraer a possibilidade de efetivar o HorizontES no País inteiro”, acrescentou Jaqueline Sanz.
Para o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, que também é presidente do Consepa, “O HorizontES permitiu ver muita gente fazendo tanta coisa boa no Espírito Santo. Essa experiência enriquece o nosso portfólio e ajuda a convencer quem quer que seja sobre a importância de se continuar fazendo extensão de qualidade. Agora, somos inspiração para o Brasil inteiro. Isso é fruto do trabalho do produtor rural e da família Incaper”, afirmou Machado.

Sobre o HorizontES em Extensão
O HorizontES em Extensão foi elaborado pelo Incaper, com o intuito de mostrar experiências de relevância para o desenvolvimento rural capixaba. Em 2019, primeiro ano do projeto, foram visitadas 11 experiências distribuídas em diferentes municípios do Espírito Santo.
O Incaper organizou a formação de uma comitiva com representantes de diversos órgãos da agricultura capixaba: Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag); Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa); Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), e Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf). Prefeituras e outras instituições em âmbito municipal também participaram das visitas.
O objetivo é ser instrumento de troca de experiências e conhecimento em processos de assistência técnica e extensão rural (ater), como forma de fortalecer iniciativas com relevância para o desenvolvimento rural.
O projeto HorizontES em Extensão foi viabilizado com recursos oriundos de um convênio estabelecido entre o Incaper e o Ministério da Agricultura, Pecuária de Abastecimento (Mapa). Essa parceria prevê, entre outras metas, a realização de ações no Programa de Aperfeiçoamento em Práticas e Projetos de Desenvolvimento Rural dos Agentes do Incaper.

Sobre a Assembleia
A abertura da 57ª Assembleia Geral Ordinária Asbraer, em conjunto com o Consepa, realizada entre os dias 5 e 7 de fevereiro, contou com quórum de 100% dos estados. A pauta da Asbraer foi a discussão da prestação de contas do ano base 2019, além de apreciação da Missão Técnica ao Uruguai.
Também será apresentado o Plano de Comunicação da Asbraer, o projeto Pró-Agro da Emater - Paraná, proposta de implantação nacional dos projetos Horizontes em Extensão e “Pode Mulheres do Incaper” – ES.
Além disso, as associadas terão oportunidade de discutir perspectivas para 2020, com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Anater.  
Já o Consepa irá apresentar o Planejamento Estratégico de Programas Estaduais de Pesquisa, Palestra sobre Registro Nacional de Cultivares e Painel sobre Integração Pesquisa e Extensão.
Durante os dias de realização da assembleia, ambas as entidades tiveram a oportunidade de fazer visita técnica ao Show Rural, que ocorre em Cascavel (PR), e à Usina de Itaipu.
Texto: Juliana Esteves e Juliana Silva

Coordenação de Comunicação e Marketing do Incaper




Nenhum comentário