Últimas

Simulador de cirurgia robótica chega ao Espírito Santo e médicos mantém treinamento



Pioneiro no Espírito Santo, o simulador das cirurgias robóticas que serão feitas por meio do robô Da Vinci Xi - sistema cirúrgico mais moderno do segmento no mundo - chegou ao Hospital Santa Rita e, nesta segunda-feira (10), as equipes médicas iniciaram o processo de familiarização no manuseio. O equipamento servirá para ampliar o treinamento que vem sendo feito em São Paulo.
A primeira equipe a usar o simulador na unidade foi de cirurgia oncológica, com a cirurgiã Ana Luiza Cardona Machado. Ela é uma das médicas que já passaram pela parte teórica do curso de robótica e, agora, está se aperfeiçoando. No decorrer dessa semana, as equipes de cirurgia urológica, bariátrica, geral e ginecológica se revesarão no uso do equipamento.
O simulador, explica o urologista Sérgio Riguete Zacchi, tem a função de aprimorar as habilidades do cirurgião para operar por meio do robô. 
“O simulador é muito real, é como se estivéssemos realmente operando um paciente pelos braços do robô Da Vinvi Xi. Esse equipamento, também adquirido pelo Santa Rita, vai ficar disponível para os médicos que já passaram pela parte teórica do curso de cirurgia robótica irem treinando e se aperfeiçoando nessa nova técnica até passarem pela parte prática do curso e estarem aptos a realizar as cirurgias“, acrescenta o urologista.
Tanto as imagens do simulador quando do robô são em 3D HD, com visão magnificada. A cirurgia pela plataforma robótica esclarece Riguete, torna-se altamente sofisticada, pois permite a execução de cirurgias complexas utilizando-se de procedimentos minimamente invasivos.
“O robô possui controle ergonômico, quatro braços robóticos que atuam diretamente no paciente e um sistema de vídeo de alto desempenho. Os movimentos realizados no controle ergonômico são filtrados de qualquer tipo de tremor natural do ser humano e traduz todo o movimento feito pelas mãos do cirurgião em movimentos mais precisos e com amplitude ainda maior do que a capacidade da mão humana”, explica.
De acordo com Riguete, diferentemente da cirurgia convencional, com o Da Vinci Xi a anatomia aparece com alta definição, em cores brilhantes e com profundidade de campo original e magnificação em até 10 vezes. Para realizar o procedimento, o cirurgião utiliza o controle ergonômico para manipular até quatro braços robóticos e a câmera de alta definição. Além disso, o da Vinci aumenta a eficiência e a segurança da cirurgia.
O robô deve chegar ao Hospital Santa Rita até o final do mês de março, quando será montado, testado e, então, programada a primeira cirurgia robótica do Espírito Santo.

Benefícios para o paciente
Independentemente da especialidade cirúrgica que utilizar o robô Da Vinci Xi, os benefícios para o paciente são:
• Tempo reduzido de internação
• Menor perda sanguínea e subsequente necessidade de transfusão
• Menos dor e desconforto pós-operatórios
• Menor risco de infecção
• Recuperação e retorno à função normal mais rápido
• Maior satisfação do paciente

Fonte: Folha Vitoria




Nenhum comentário