Últimas

Nova Venécia antecipa providências para evitar reclassificação no grau de risco


O município vem registrando índice de isolamento abaixo do esperado e pode sofrer mudança na sua classificação de risco, segundo dados do sistema de monitoramento, Nova Venécia é um dos dez municípios capixabas que apresentam menores taxas de isolamento social.


Nova Venécia aparece mal colocada no índice de isolamento social, conforme dados divulgados pelo Governo do Estado. A média do isolamento em Nova Venécia, considerando o período do último domingo até ontem, (02/05 à 06/05) é de 49%, quando o mínimo esperado é que essa taxa seja de 55%.

Nova Venécia está classificada no baixo risco e para manter essa classificação, a administração veneciana, por meio do Centro de Comando Geral Covid-19 no município vem adotando medidas para que a situação permaneça sob controle. A preocupação de todos é que as pessoas se conscientizem da importância do isolamento, por que essa taxa é usada como uma das variáveis para definir o grau de risco nas cidades e, qualquer dos municípios capixabas que passem a figurar dentro do moderado ou alto risco de contaminação, estão sujeitos a medidas restritivas mais severas do que aquelas que vigoram em Nova Venécia no momento. 

Para conter o avanço dos casos no município, diversas medidas estão sendo adotadas pela administração municipal, como a orientação para o uso de máscara, tornando obrigatório o uso nas repartições públicas municipais, ação orientada também para comércio, bancos, transporte coletivo e outros espaços; demarcação de espaços com pintura nas calçadas em frente a bancos, lotéricas e correspondentes bancários para orientar a distância entre as pessoas; desinfecção de logradouros e espaços públicos onde há aglomeração de pessoas; atuação dos profissionais da vigilância sanitária na conscientização popular; redução do horário de funcionamento do comércio e instalação de barreiras sanitárias são algumas das medidas praticadas. Outras ações estão sendo discutidas e poderão ser implantadas conforme a realidade e adesão da população às medidas já implantadas.

A definição do horário do comércio com jornada de 06 horas (8h às 14h) diárias obedece ao que determina a orientação de decreto estadual. Porém, culturalmente o comércio veneciano registra movimento na parte da manhã e com base nessa cultura, é mais conveniente que o comércio abra às 8h e não 10h, como experiênciado anteriormente. A população do interior tem o hábito de vir cedo para a cidade, ao chegar e encontrar o comércio aberto, as pessoas podem resolver suas demandas e retornar para casa, se tiverem que esperar a abertura do comércio as 10h, ficarão nas praças, contribuindo com aglomeração nas ruas e praças da cidade.  

Filas e aglomerações no Centro da Cidade
Algumas particularidades afetam Nova Venécia, em especial quanto à fila da Caixa Econômica Federal. Nova Venécia é o município pólo da Região Noroeste do Estado, isso acaba trazendo para o município pessoas das cidades vizinhas em busca de serviços que não são disponibilizados em suas cidades. É o que está acontecendo na agência da Caixa.  Nossa reportagem constatou nesses dias que além dos usuários de Nova Venécia é comum encontrar pessoas de municípios vizinhos, como Boa Esperança e Vila Pavão. Nessas cidades não tem agência Caixa aí eles vem para Nova Venécia em busca de atendimento para serviços como o auxílio emergencial, seguro desemprego e outros benefícios do governo federal que são administrados pela Caixa, essa realidade aumenta visivelmente a aglomeração e a fila na agência.

Outro dado registrado pelo sistema de medição, certamente é o deslocamento de pessoas que saem de casa pela manhã para uma jornada de trabalho na Zona Rural do Município. Essa ida de pessoas para trabalharem no interior, acontece com muita expressividade nessa época do ano em Nova Venécia, devido às colheitas do café e pimenta-do-reino. Ou seja, ao saírem de casa, esse deslocamento é constatado pelo sinal dos celulares desses usuários, mas eles não estão na rua ou no comércio, estão nas lavouras da zona rural.

A situação de São Mateus pode prejudicar Nova Venécia
Na tarde desta quarta-feira (06), a cidade de São Mateus registrou o 34º caso de coronavírus, com isso o município mateense corre o risco de ser reclassificado para risco moderado e se, continuar o aumento dos casos, chegará ao risco alto, isso afetaria diretamente Nova Venécia, já que o risco alto em um município coloca, automaticamente, as cidades limítrofes a ele no risco moderado.

Sabendo dessas realidades, a administração municipal trabalha no sentido de conscientizar a população do risco que todos têm que administrar para contenção do avanço da doença. Orienta que, dentro do possível fiquem em casa, só saiam de casa para ir ao trabalho ou realizar serviços essenciais. Os que precisam fazer compras, pagar contas ou realizar outros serviços, vá apenas uma pessoas da família para rua e tome todas as medidas de proteção individual como o uso de mascará, distanciamento nas filas e uso do álcool gel.

(Por Noroeste News)



Nenhum comentário