Últimas

Psicóloga dá dicas de como equilibrar e reduzir o uso das telas pelas crianças durante pandemia


Não há duvidas que a internet, os jogos on-lines, são ótimos aliados nesse momento de pandemia. Enquanto muitas famílias estão conciliando o trabalho home office, com os afazeres da casa e também com as aulas virtuais dos filhos, os eletrônicos se tornam válvulas de escape.
Mas é preciso ter cuidado com o excesso. Quem faz o alerta é a psicóloga e psicanalista Cássia Rodrigues. “Todo excesso é prejudicial e um dos principais prejuízos é o sono. Principalmente no período da noite, a luz artificial das telas inibi a produção de melatonina, hormônio do sono, prejudicando a rotina no dia seguinte”, explica.
Além do sono, a especialista afirma também que muito tempo gasto em jogos, smartphones e televisão está associado a níveis elevados e a diagnósticos de ansiedade ou depressão em crianças a partir de 2 anos. “Para que isso não aconteça é necessário estabelecer limites, ter acordos e conversar abertamente sobre a segurança e privacidade, principalmente para aqueles que já ficam sem supervisão”, esclarece Cássia Rodrigues.
Folha Vitória

Gostou desta matéria? Clique aqui e receba nossos conteúdos diariamente.

Nenhum comentário