Últimas

Concurso, prontuário eletrônico e novo viveiro marcam última Assembleia Popular em Vila Velha



Vila Velha – A última Assembleia Popular, realizada na última segunda- feira (10), foi marcada por três temas de suma importância para a população: a homologação do concurso público, a implantação do prontuário eletrônico nas unidades de saúde e o novo viveiro de mudas da cidade. Diversos moradores participaram enviando suas perguntas durante a transmissão ao vivo.

Respeitando a legislação eleitoral, o prefeito Max Filho explicou que aquela seria a última Assembleia Popular antes do pleito eleitoral. “Sabemos que a eleição foi adiada para 15 novembro. Então, a partir de 15 agosto, a gente suspende essa reunião de toda segunda-feira, que nos últimos meses vem ocorrendo de forma virtual através das nossas redes sociais em razão da pandemia”, explicou.

Durante a transmissão, o prefeito homologou o resultado do Concurso Público para as áreas da Educação e setor administrativo, de forma parcial, e para Instituto de Previdência de Vila Velha (IPVV), integral. “O que estamos fazendo aqui é preservar a possibilidade de nomeação, cumpridas as exigências da Lei de Responsabilidade Fiscal. A validade de um concurso público é de dois anos, prorrogáveis por mais dois anos”, explicou o prefeito. Saiba mais sobre o concurso AQUI.

A coordenadora do Núcleo de Apoio Estratégico à Gestão da Semsa, Simone Barni, também realizou a apresentação do prontuário eletrônico, que já está em funcionamento na Unidade de Estratégia de Saúde da Família de Barramares desde o início deste mês. A nova ferramenta também já foi implantada em outras cinco unidades: USF Vila Nova, USF Jardim Colorado, Unidade de Saúde Bucal Básica e Cuidados Específicos (Prainha), USF Ponta da Fruta e UAPS Vila Batista.

“O sistema é o SUS PEC (Prontuário Eletrônico do Cidadão), ofertado gratuitamente pelo Ministério da Saúde, e consiste em um software (aplicativo) criado para registrar e guardar todas as informações dos atendimentos aos cidadãos nas unidades de saúde”, disse Simone. Saiba mais detalhes AQUI.

Entre os tópicos da reunião, foi apresentado o projeto para o terreno de 22 mil m² que servia como deposito de lixo e descarte irregular de entulhos e inservíveis, pertencente à Superintendência dos Projetos de Polarização Industrial (SUPPIN). O local, em Vila Guaranhus, ganhará um viveiro de muda e toda uma estrutura de paisagismo e lazer.

“O local contará com viveiro de plantas, parque infantil, horta comunitária, academia popular, pista de motocross e bicicleta, campo de futebol society, pista de caminhada e até um “Deixe Aqui” (local destinado para o descarte de resíduos). O viveiro tem também um papel social de educação”, explicou. Todos os detalhes podem ser conferidos AQUI.

Ao final de sua participação como intermediador das perguntas dos internautas, o ouvidor-geral do município, Alexandre Salgado, que teve uma participação ativa nas assembleias populares, se despediu dizendo que será sua última semana no cargo.

“Estamos fechando esse ciclo com mais de 230 mil atendimentos, queria deixar minha gratidão a toda população de Vila Velha que acreditou nesse projeto, aos meus colegas de trabalho, aos secretários, todos que foram parceiros deste projeto na Ouvidoria”, disse.



Jornal do Norte

Nenhum comentário