Últimas

Governo do Estado entrega 40 novos leitos de UTI no Hospital Dório Silva



O governador do Estado, Renato Casagrande, realizou, na manhã deste sábado (26), a entrega de 40 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Estadual Dr. Dório Silva, na Serra. São leitos destinados à Rede de Urgência e Emergência capixaba. O investimento do Governo do Estado para a ampliação dos leitos foi de R$ 6,4 milhões.

“Estamos entregando 40 leitos de UTI para o Dório Silva. Antes de iniciar essa ampliação, que aconteceu em especial por conta da pandemia, o hospital tinha 165 leitos e agora chega a 229 leitos. Desses, 94 leitos são de UTI. Quando inauguramos o Hospital Dr. Jayme dos Santos Neves em nosso primeiro mandato, acharam que iríamos fechar o Dório Silva, mas hoje estamos investindo cada vez mais. O Dório Silva é um exemplo da ação que tomamos ao optar por investir na rede pública ao invés da instalação de hospitais de campanha. Os leitos abertos vão ficar de legado para a sociedade capixaba”, pontuou o governador Casagrande.

As obras no hospital começaram em março deste ano, durante o processo de reorganização da rede de Atenção à Saúde, por meio do “Programa Leitos Para Todos”. As melhorias transformaram o Dório Silva em uma das unidades de referência ao atendimento do novo Coronavírus (Covid-19), com 121 leitos destinados à doença.

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, falou sobre a utilização dos novos leitos após a pandemia. “Com o novo cenário da pandemia no Estado e a diminuição de casos diários, internações e óbitos, junto ao início do processo de migração de leitos, realizado pela Secretaria da Saúde, a unidade hospitalar passa por uma reorganização do perfil, com atendimento voltado às demandas por agravos da Rede de Urgência e Emergência”, observou.

Atualmente, o hospital conta com 120 leitos clínicos, 15 de semi-intensivo e 94 leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), totalizando 229 leitos.

“É um movimento planejado para o retorno das demandas de doenças não Covid-19. A migração de leitos vem acontecendo inicialmente nos hospitais da rede própria, o que nos permite, nesse cenário, observar a tendência da pandemia no Estado e, em caso de uma nova incidência de contaminação pela Covid-19, possamos retomar os leitos da doença”, explicou a subsecretária de Estado de Atenção à Saúde, Quelen Tanize Alves da Silva.




Assessoria de Comunicação do Governo

Nenhum comentário