Últimas

Agerh promove II Workshop de Segurança de Barragens em dezembro

O II Workshop de Segurança de Barragens realizado no Espírito Santo já tem data marcada. O evento vai acontecer nos dias 9 e 10 de dezembro, das 9h30 às 12h30, pela internet. Respeitando as medidas sanitárias para prevenção da Covid-19, o Workshop será 100% virtual e terá entre os convidados o diretor do Conselho Brasileiro de Barragens (CBDB), Ricardo Aguiar, que falará, direto de Brasília/DF, sobre manutenção dos principais tipos de barragens de terra, perfil da maioria dos empreendimentos existentes no Estado.

Promovido pela Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), o evento virtual trará um panorama das barragens para armazenamento de água no Espírito Santo, principalmente, com informações sobre a segurança das estruturas. O Workshop também incluirá palestras sobre Outorga, Licenciamento Ambiental, Programa Estadual de Construção de Barragens e planos de contingência para resolução de ocorrências, além de cases e referências de empreendedores de barragens que seguem os protocolos legais para manutenção da segurança das estruturas. 

Para esta edição, a organização incluiu a apresentação de um Plano de Ação Emergencial (PAE) de segurança de barragens, que será feito por uma empresa capixaba que entregou o PAE à Agerh em fevereiro deste ano. Os presentes no encontro on-line ainda terão momentos de prática, quando poderão aprender como é feita a classificação de risco para barragens. A programação oficial será divulgada em breve.

O workshop é uma entrega da Gerência de Gestão e Infraestrutura Hídrica da Agerh e tem como público-alvo produtores rurais, empresários, consultores, engenheiros, estudantes, além de demais interessados no tema. De acordo com o gerente responsável pela realização do evento, Tiago Lodi, o objetivo do workshop é popularizar as informações sobre regularização e técnicas para proteção e inspeção de barramentos no Estado. 

“Essas são questões divididas entre diversos órgãos do Estado e nossa obrigação, como servidores públicos, é divulgar essas informações da forma mais simples possível para a população, em prol da segurança ambiental e comunitária das regiões onde existem barragens”, frisou o gerente.

O evento atende a metas pactuadas com o Governo Federal, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas (Progestão). O I Workshop aconteceu presencialmente em dezembro de 2019, em Nova Venécia, e recebeu cerca de 150 pessoas. 

O II Workshop de Segurança de Barragens será realizado pela Agerh com o apoio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), da Defesa Civil Estadual e do Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB). 

 

Segurança de Barragens como prioridade 

O Espírito Santo tem como característica, em sua maioria, barragens de terra, consideradas pequenas, e utilizadas para armazenamento de água para uso agrícola ou abastecimento público. Importantes para a sustentabilidade no campo e nas cidades, barragens também regulam a vazão dos rios em épocas de cheias e secas.

Os empreendimentos são estratégicos para a segurança hídrica, desde que sejam construídos e gerenciados de maneira inteligente e técnica. Barragens devem ser bem localizadas, sustentáveis e seguras, tanto para o meio ambiente quanto para a população. Ou seja, devem ter estudos, projetos e manutenção. 

O diretor-presidente da Agerh, Fábio Ahnert, destaca o esforço da autarquia em promover a governança dessas estruturas, além de ações de divulgação e capacitação quanto aos aspectos de segurança de barragens, fomentando a cultura da segurança na construção e manutenção de barragens e a gestão de riscos no Estado do Espírito Santo. 

“Desde que assumimos a gestão da Agerh em janeiro de 2019, assumimos também a responsabilidade de melhorar a governança e a segurança de barragens para armazenamento de água no Espírito Santo. Para isso, reforçamos a fiscalização, propusemos novas leis, produzimos eventos e conteúdos informativos, além de ampliar o Cadastro Estadual de Segurança de Barragens”, ressalta Ahnert.

É proprietário ou responsável técnico de barragens? Registre o empreendimento no Cadastro Estadual de Segurança de Barragens e acesse a Cartilha de Segurança de Barragens.


Assessoria de Comunicação da Agerh