Últimas

Agerh apresenta Relatório de Gestão à Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado

Nesta segunda-feira (21), a Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh) apresentou o Relatório de Gestão do órgão regulador de águas ao presidente da Comissão de Proteção ao Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Espírito Santo. O diretor-presidente da Agerh, Fábio Ahnert; o diretor técnico da Agencia, José Roberto Jorge; e a coordenadora do Progestão na Autarquia, Elene Zavoudakis, foram recebidos pelo presidente da Comissão, o deputado Estadual, Rafael Favatto.

Os representantes da Agerh entregaram um pen-drive com dois documentos: um relatório sobre a Gestão de Recursos Hídricos no Espírito Santo, contendo todos os projetos, programas e instrumentos desenvolvidos na Agência; e um relatório de acompanhamento do segundo ciclo do Programa de Consolidação do Pacto Nacional pela Gestão das Águas (Progestão) no Estado.

O compartilhamento de informações contribui para a transparência na gestão da água, de acordo com o presidente da Agerh. “Além da entrega dos relatórios, nos colocamos à disposição da Comissão de Meio Ambiente para demais apresentações ou informações, pois nosso objetivo é intensificar a transparência dos atos realizados no âmbito da gestão de recursos hídricos no Espírito Santo”, ressaltou Fábio Ahnert.

A apresentação também atende a uma exigência do Progestão, programa de incentivo financeiro da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), do qual a Agerh participa desde 2014. Desde então, os recursos transferidos já foram aplicados em projetos para o fortalecimento da gestão da água, como estudos de recursos hídricos, contratação de pessoal em designação temporária, modernização tecnológica, desenvolvimento de Planos de Bacias Hidrográficas, monitoramento da qualidade da água, ações de capacitação e treinamento, entre outros.

O último repasse ao Espírito Santo aconteceu em agosto deste ano, quando a Agerh recebeu aproximadamente R$ 860 mil, por ter cumprido mais de 90% das metas pactuadas com a ANA em 2019, entre elas a integração de dados de usuários de recursos hídricos, com o cadastro de usuários de águas superficiais e a contribuição para difusão do conhecimento, com o repasse de informações estaduais sobre recursos hídricos ao Governo Federal.


Assessoria de Comunicação da Agerh



Nenhum comentário