Últimas

Brasileira é escolhida pelo MIT como uma das 35 jovens mais inovadoras da América Latina

 


A empresária Amanda Pinto, founder e head do business do N.Ovo, a spin-off foodtech do Grupo Mantiqueira focada em alimentos plant-based, foi reconhecida como inventora do ano e entrou na lista dos 35 principais inovadores da América Latina com menos de 35 anos.

O prêmio anual é concedido pela revista MIT Technology Review, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). A jovem de 29 anos foi premiada pelo pioneirismo, criação e tecnologia do primeiro alimento foodtech do país, o único substituto de ovos do Brasil, à base de plantas.

Ela conta que foram necessários mais de três anos de trabalho, viagens e pesquisas até chegar às fórmulas ideais de substitutos de ovos para receitas, ovos mexidos e maioneses, que fazem parte do portfólio do N.Ovo.

"Há mais de três anos venho me dedicando a melhorar a forma como produzimos alimentos, de forma inovadora e sustentável, com o intuito de endereçar um dos maiores problemas globais. Mesmo sabendo que estou apenas no início desta jornada, um reconhecimento como este só mostra que estou no caminho certo", destacou Amanda.A empreendedora, que tem pós em marketing pela Universidade de Berkeley, já atuou como head de inovação e marketing do Grupo Mantiqueira. Antes de assumir o N.Ovo, também foi gestora de novos projetos, responsável pelo rebranding da marca e criação de portfólio, além de idealizar a primeira granja do grupo com produção de ovos de galinhas livres de gaiolas e os "ovos solidários", produto social com parte da renda revertida a instituições.


Globo Rural

Nenhum comentário