Últimas

Colatina está entre as cinco cidades do Estado que mais fecharam postos de trabalho nos últimos 4 anos

Por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que traz um retrato sobre o comportamento das vagas com carteira assinada em todo o país, é possível constatar que nesses últimos quatro anos, metade dos municípios capixabas criaram menos que 62 postos de trabalho. Em alguns casos, como Colatina, ocorreram perdas de vagas de emprego. 

Colatina ficou entre as cinco cidades que mais fecharam postos de trabalho de 2017 a outubro de 2020. Entre o número de contratados e o número de demissões, o saldo foi negativo. A cidade que mais fechou postos de trabalho foi Guarapari, seguido de Cachoeiro de Itapemirim e São Gabriel da Palha. Colatina ocupa o quarto lugar geral em postos de trabalho fechados no Espírito Santo. 

Segundo especialistas, o número é consequência da falta de dinamismo que as economias tanto local, quanto nacional, já vinham enfrentando, e que foram ainda mais afetadas com a pandemia do novo coronavírus. Com a redução da atividade econômica, a falta de investimentos dos setores público e privado e a grande instabilidade na política no controle fiscal do Brasil, o que vemos nos últimos anos foi a perda de fôlego do mercado de trabalho.

 

AS CIDADES QUE MAIS ABRIRAM POSTOS DE TRABALHO, 2017 – 2020.

– Serra: 8.538

– Linhares: 4.550

– Vila Velha: 3.374

– Aracruz: 2,828

– Cariacica: 2.680

 

AS CIDADES QUE MAIS FECHARAM POSTOS DE TRABALHO, 2017 – 2020

– Guarapari: – 1.571

– Cachoeiro de Itapemirim: – 1.535

– São Gabriel da Palha: – 602

– Colatina: – 369

– São Mateus: – 282

 

VEJA A SITUAÇÃO DAS CIDADES QUE FAZEM DIVISA COM COLATINA.

– Baixo Guandu: – 46

– Governador Lindenberg: – 30

– Itaguaçu: + 394

– João Neiva: + 745

– Marilândia: + 315

– Pancas: + 69

– São Roque do Canaã: + 146 

 

ES-FALA/Informação Caged/A Gazeta