Últimas

Projeto Detetive Anônimo da Sesp é finalista do Prêmio Inoves 2020

O projeto Detetive Anônimo, desenvolvido por servidores da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), por meio da Subsecretaria Estadual de Inteligência (SEI), em conjunto com o Disque-Denúncia 181, é um dos finalistas do Prêmio Inoves Ciclo 2020, na categoria Ideia. A divulgação, que se deu via site do Inoves, ocorreu na última terça-feira (1º).

O projeto surgiu em meados de outubro de 2020, justamente do anseio demostrado pelos usuários do site, bem como dos órgãos fiscalizadores, em terem um espaço adequado e apropriado para a exposição e visualização dos delitos flagrados. O objetivo é a criação de um ambiente oficial e exclusivo no site do Disque-Denúncia 181, para o recebimento e a divulgação das imagens dos crimes cometidos no Espírito Santo. A iniciativa permitirá ainda a efetiva participação do cidadão capixaba no compartilhamento e na identificação de suspeitos.

De acordo com o delegado Paulo Expedicto Amaral, gerente do Disque-Denúncia 181, o projeto Detetive Anônimo será de grande importância para a população do Estado, principalmente, por proporcionar uma maior participação do cidadão no processo de direito constitucional à segurança pública.

“O Projeto Detetive Anônimo será uma entrega de grande valor aos cidadãos capixabas, que terão mais um serviço disponibilizado para exercer sua cidadania de forma responsável e segura, uma vez que o anonimato é garantido e praticado em todo o processo, ao longo dos quase 20 anos, de existência do serviço Disque-Denúncia 181, permitindo, assim, que participem ativamente do direito constitucional à segurança pública, que é responsabilidade de todos – Art.144 da Constituição Brasileira”, afirmou Amaral.

O delegado destacou também que a participação do cidadão capixaba auxiliará substancialmente a polícia, ajudando na diminuição dos crimes cometidos no território capixaba.

“Os cidadãos colaboradores que encaminharem imagens de delitos para exibição no site, como também os que acessarem essas imagens para deixarem informações sobre criminosos, estarão auxiliando substancialmente a polícia, pois fará com que o crime praticado no território capixaba não compense, além de permitir que os resultados sejam ainda mais expressivos, como apresentados nas estatísticas publicadas no site do serviço, no endereço https://disquedenuncia181.es.gov.br/estatistica2020”, enfatizou Amaral.

O delegado sinalizou a importância do Disque-Denúncia 181. “Reforço que o Disque-Denúncia 181 é a participação cidadã responsável e segura na promoção da segurança pública e da defesa social no Estado do Espírito Santo”, pontuou.

Para o desenvolvimento do Detetive Anônimo, o projeto contará com o auxílio do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), da Gerência de Tecnologia da Informação e Comunicação (GTIC), do Centro de Soluções em Informática (CSI), que é, a empresa responsável por gerir a plataforma de registros de denúncias (E-Cops), além da Superintendência de Polícia Especializada (SPE/PCES), que será a principal unidade operacional na apuração dos delitos inseridos no Portal.

Além disso, o processo permitirá uma melhor integração entre o ambiente do site e a base de dados da Sesp (Delegacia On-line, E-Cops, SISP), podendo, desse modo, vir a combinar com outros sistemas estaduais e nacionais.

Vale destacar que o projeto concorrerá com outras seis iniciativas na categoria Ideia, na qual apenas os dois melhores ganharão o prêmio e o apoio financeiro para o desenvolvimento da ideia, no valor de R$ 30 mil.


Inoves

O Prêmio Inoves é um programa do Governo do Estado, que estimula o desenvolvimento de uma cultura de inovação e empreendedorismo no serviço público capixaba.

Após a análise de 288 projetos, feita por 82 membros de uma banca avaliadora, a Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) divulgou a lista dos finalistas do Prêmio Inoves Ciclo 2020.

Ao todo, sete equipes do Executivo Estadual e três municipais serão premiadas com recurso de R$ 30 mil, via Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes), para investirem no processo de aceleração das iniciativas vencedoras. Além disso, elas receberão certificado e selo do programa, concedidos às equipes vencedoras de outros Poderes.


Governo ES