Últimas

Governador mantém a postura adotada desde o inicio da pandemia e diz que sua preocupação maior é salvar vidas

No último pronunciamento de 2020 o Governador Casagrande alertou os capixabas: “Vamos começar um novo ano, porém com o mesmo apelo, é preciso responsabilidade e disciplina”. Na luta para barrar o vírus Casagrande lembrou que todos têm uma tarefa; governo federal, estados, municípios, instituições, empresas e a população em geral.


Na quarta feira (30/12) o governador Renato Casagrande fez seu último pronunciamento do ano de 2020, em sua mensagem aos capixabas mais uma vez ele lembrou que todos precisam se empenhar para controle da pandemia do coronavírus e mostrou sua preocupação com o número de novos contagiados e de óbitos no estado.

“Na primeira fase da doença a gente viu o numero de casos e de pessoas contagiadas crescer, a gente viu o número de óbitos também crescer, depois a gente teve uma diminuição do contágio e do número de óbitos, mas isso não perdurou por muito tempo. Nós chegamos de novo a uma fase crescente no número de pessoas contagiadas. O número de pessoas contagiadas nesse momento já é maior do que na primeira fase da doença aqui no estado”, disse Casagrande.

O governador chamou a atenção também para o crescente numero de óbitos. Na fase crítica da doença o Espírito Santo chegou a registrar 36 óbitos na média de 14 dias, esse número caiu para 09 e, atualmente, a média está em 27 óbitos, conforme dados da SESA do último dia 29, ou seja o número de óbitos está subindo muito, o que é muito preocupante para o governador.

Casagrande lembrou que o Estado segue empenhado em disponibilizar atendimento médico-hospitalar a quem precisar e que a meta do Estado é disponibilizar 900 leitos de UTI exclusivos para COVID-19. Com a abertura de novos leitos, a previsão é que o o quantitativo chegue em torno de 800 a 850 leitos de UTI exclusivos para covid-19 até o final deste mês de janeiro, informou o governador.

“Começaremos o ano com os mesmos pedidos, os mesmos apelos: Nós não podemos nos cansar, ainda não temos o direito de dizer que estamos cansados de cumprir os protocolos, porque se a gente não cumprir esses protocolos nós colocamos a nossa vida e a vida de outras pessoas em risco. É preciso que a gente continue 2021, é um ano novo, mas os cuidados e os pedidos são os mesmos, a disciplina deve ser a mesma para de fato atingirmos aquilo que a gente busca permanentemente, que é salvar vidas, dos brasileiros e dos capixabas.”

Casagrande falou da expectativa para chegada da vacina, agradeceu aos profissionais de saúde e falou aos novos gestores

“A vacina está chegando, nós temos expectativa que em fevereiro os primeiros lotes da vacina possam chegar para gente começar a atender os profissionais de saúde que estão a frente desse trabalho e que eu quero aqui, neste último pronunciamento do ano, agradecer muito todos os profissionais de saúde que estão trabalhando e liderando lá nos hospitais públicos, privados e filantrópicos, ajudando muito a gente  nesse trabalho. Muito obrigado pela contribuição e colaboração. O Espírito Santo está preparado para, junto com os municípios, iniciar o processo de vacinação desses profissionais e fazer chegar a vacina as pessoas dos demais grupos de risco”, afirmou o governador.

Ele lembrou e agradeceu também o importante trabalho de outros profissionais durante a pandemia, como os das forças de segurança, profissionais de educação e dos serviços essenciais.

Aos novos gestores que tomaram posse no dia 01, Casagrande os chamou a buscar informações da realidade da Covid-19 em cada município, explicando que cada cidade recebe classificação através da matriz de risco que produz o mapa de risco. Desatacou que é importante que cada gestor conheça a metodologia de produção desse mapa de risco, quais são as medidas a serem tomadas de acordo com o risco de cada cidade e disse que deseja que todos estejam cientes, participando e trabalhando em sintonia para que o estado alcance a redução do contágio e do número de óbitos decorrentes do agravamento da doença. O governador ainda falou que na próxima terça-feira, dia 05/01, se reunirá virtualmente com os prefeitos e secretários municipais da Região Metropolitana e dos municípios litorâneos, que são as áreas com muita circulação de turistas nesse período do verão. Participarão também da reunião o Ministério Público do Estado e a Amunes.


(Por Noroeste News)