Últimas

Governo do ES investiga 34 denúncias de irregularidades na vacinação contra Covid-19

Principais manifestações trazem situações sobre trabalhadores da saúde de áreas administrativas e gestores municipais que teriam sido vacinados sem pertencerem aos grupos prioritários


O Governo do Espírito Santo já recebeu 34 denúncias de irregularidades na aplicação das vacinas contra a Covid-19.

Segundo o governo, todas as denúncias são apuradas e, havendo comprovação, os responsáveis serão punidos.

Ainda de acordo com o governo, as principais manifestações trazem situações sobre trabalhadores da saúde de áreas administrativas e gestores municipais que teriam sido vacinados sem pertencerem aos grupos prioritários, além de estabelecimentos de saúde que supostamente beneficiaram colaboradores antes de grupos prioritários que atuam no serviço.

Além das 34 denúncias, também foram recebidos 10 reclamações e 11 pedidos de informação referentes à vacinação contra a Covid-19 no período de 16 a 26 de janeiro.

Irregularidade pode gerar demissão.

Servidores da rede pública de saúde do Espírito Santo que aplicarem a vacina contra a Covid-19 em pessoas que não fazem parte dos grupos prioritários de imunização serão alvos de processos administrativos disciplinares, podendo ser suspensos ou demitidos de seus cargos.

A determinação foi feita por meio de uma portaria assinada publicada no Diário Oficial no dia 21.

 

Vacinação no ES

A vacinação contra a Covid-19 no Espírito Santo começou no dia 18 e, até esta última quarta-feira (27), 29.602 doses foram aplicadas. O estado recebeu 153.020 doses e 82.862 já foram distribuídas aos 78 municípios capixabas.

Nesta primeira etapa, estão sendo vacinados profissionais de saúde, idosos de instituições de longa permanência, pessoas com deficiência institucionalizadas e indígenas.


Com Informações G1 ES