Últimas

Decretada quarentena de 14 dias no Espírito Santo a partir de quinta-feira (18); Veja restrições


Com o aumento na ocupação dos leitos de UTI exclusivos para covid-19, o governador Renato Casagrande faz um pronunciamento na tarde desta terça-feira (16), direto do Palácio Anchieta, em Vitória, detalhando novas medidas restritivas que influenciarão o funcionamento do comércio, indústria e serviços públicos no Estado.

O governador anunciou uma quarentena durante 14 dias no Espírito Santo, começando a partir da quinta-feira, 18/03.
"É quarentena porque não estamos restringindo a circulação das pessoas. Não é um lockdown", diz Casagrande.
De acordo com o governador, a doação de medidas mais rígidas é necessária para evitar que mais pessoas morram com a doença no estado. Nesta terça, a ocupação de leitos de UTI para tratamento de Covid-19 está em 91,05%. O Espírito Santo tem 6.746 óbitos pela doença e 346.544 casos confirmados. A classificação prevista no mapa de risco está suspensa.

“Estamos enfrentando um ambiente de guerra. Uma guerra mundial contra o coronavírus. Nossa tarefa e a minha, como governador, é proteger a vida dos capixabas. Estamos acompanhando o alto número de mortes. A cada dia, mais de duas mil mortes por Covid-19 no Brasil. Estamos na pior fase da pandemia”, declarou Casagrande.

A quarentena de 14 dias tem objetivo de reduzir as atividades econômicas, sociais, de serviço e comércio não essenciais para que a transmissão do vírus seja controlada. Nesta terça-feira (16), o estado confirmou mais 37 mortes e 2.426 casos confirmados da doença.


Veja as medidas:

- Está proibida a realização de reuniões familiares, incluindo qualquer tipo de evento social;
- Está proibido o uso de parques, praças, jardins, campos de futebol, quadras, ginásios e outros espaços equivalentes;
- Realização de atividade física coletivas nas áreas e vias públicas está proibida;
- Igrejas e templos religiosos devem, preferencialmente, transmitir cultos e missas;
- Áreas comuns de prédios e condomínios devem limitar a utilização de áreas comuns;
- Está suspenso o funcionamento presencial de todos os serviços e atividades que não são considerados essenciais, podendo funcionar apenas com o serviço de entrega de produtos em domicílio;
- Modalidades de pague e pegue (drive thru ou take away) estão proibidas;
- Funcionamento de lojas de conveniência de postos de combustíveis está suspenso;
- Restaurantes só poderão funcionar por meio do sistema de entregas.


Serviços Essenciais estão autorizados a funcionar

De acordo com o comandante do Corpo dos Bombeiros Cerqueira, que também participa da coletiva, poderão funcionar durante a quarentena atividades essenciais como:
- Assistência à saúde
- Serviços públicos considerados essenciais
- Atividades industriais, atendimento social
- Segurança pública
- Atividades agropecuárias
- Mercados
- Farmácias
- Atividade envolvendo equipamentos de infraestrutura ou de insumos sociais;
- Comercialização de serviços animais;
- Relacionado à energia elétrica;
- Transporte público;
- Telecomunicações;
- Funerárias;
- Serviços postais;
-Construção civil;
- Atividades ligadas a combustíveis;
- Distribuição de água; 
- Jornalismo;
- Limpeza urbana
- Igrejas e templos;
- Pesca;
- Locação de veículos;
- Hotéis e pousadas.