Últimas

Frei Luiz Flávio, do Convento da Penha, morre vítima da covid-19; dois frades seguem internados


Morreu, na manhã desta quinta-feira (8), o frei Luiz Flávio Adami Loureiro, vítima da covid-19. A morte do frade foi confirmada pela Arquidiocese de Vitória.

Ele foi hospitalizado depois de um mal-estar gripal. No dia 25 de março, foi encaminhado para a UTI, onde permaneceu intubado e com quadro geral estável. No entanto, seu quadro de fibrose pulmonar se agravou e ele não resistiu.

Frei Luiz é natural de Colatina, noroeste do Espírito Santo, nasceu no dia 17 de fevereiro de 1949 e ingressou na Ordem dos Frades Menores no dia 10 de janeiro de 1984. Fez a profissão solene; e, foi ordenado sacerdote no dia 02 de fevereiro de 1991. Ele residia no Convento da Penha desde fevereiro de 2020.

"A Arquidiocese de Vitória uniu-se em oração dos franciscanos, familiares e amigos de frei Luiz e solidariza-se com todos", diz a nota de pesar.

O Convento da Penha informou que inda não há detalhes sobre cerimônias de despedidas e sepultamento.

Frades do Convento da Penha que permanecem internados

Foto: Divulgação Convento da Penha


Na última segunda-feira (6), o Convento da Penha havia informado sobre o estado de saúde dos frades. O frei Paulo Roberto foi internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de um hospital de Vila Velha. Ele procurou atendimento médico, na última sexta-feira (02), após sentir um mal-estar, fez uma tomografia e foi constatado comprometimento pulmonar.

Já o frei Paulo César, segundo o Convento, está internado na enfermaria de um hospital em Cariacica e tem apresentado boa evolução. Os exames têm mostrado estabilização. Ele está bem e lúcido, finalizando o tratamento intensivo.

Os outros frades do Convento da Penha seguem saudáveis adotando todos os protocolos de cuidados contra a covid-19, segundo o Convento. A programação da Festa da Penha prossegue como prevista, de modo virtual por causa da pandemia do novo coronavírus.


Folha Vitória