Últimas

ECOPORANGA-ES | Menina de 6 anos agredida e estuprada tem morte cerebral


Padrasto da vítima, de 43 anos, foi preso como suspeito. Caso foi descoberto na última sexta-feira (14) e morte foi confirmada no domingo (16).


A menina de seis anos que foi estuprada e agredida em Ecoporanga, no Noroeste do Espírito Santo, teve morte cerebral neste domingo (16). O padrasto é suspeito do crime e está preso.

O pai autorizou a doação dos órgãos da criança. Até que a cirurgia de retirada dos órgãos seja feita, ela continua ligada a aparelhos no Hospital Infantil de Vitória.

A mãe da criança já estava presa por omissão. O suspeito, que não teve o nome revelado para que a identidade da criança seja preservada, estava escondido em uma área de matagal na localidade de Córrego do Beirador. Em nota, a Polícia Militar informou que a prisão dele foi realizada com o auxílio de denúncias. O homem foi encaminhado para o sistema prisional.

O caso de estupro e agressão foi descoberto na madrugada da última sexta-feira (14), quando a menina deu entrada em um hospital de Ecoporanga com lesões no corpo e crises convulsivas. Inicialmente, a mãe da criança relatou que ela havia caído de bicicleta.

Por causa do quadro de saúde, a menina foi transferida para tratamento no hospital de Barra de São Francisco. Lá, a equipe médica verificou que a criança havia sido espancada e estuprada.

A polícia foi chamada e a mãe, então, confessou que o marido dela havia agredido a menina.

A mulher contou que no dia da agressão o homem pediu para a menina buscar uma gaiola com um pássaro no quintal da casa onde a família mora. No entanto, a menina deixou a ave fugir. Irritado pela fuga do pássaro, o homem agrediu a criança até que ela desmaiasse.

Fonte: G1