Últimas

'Sandra Sapatão', chefe da facção criminosa do Jacarezinho, é presa


A traficante Sandra Helena Ferrari Gabriel, conhecida como "Sandra Sapatão", foi presa na tarde desta sexta-feira, dia 21, pela Polícia Civil, em Saquarema, na Região dos Lagos. Por meio da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), a polícia conduziu a criminosa para a Cidade da Polícia. De acordo com a Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), a prisão ocorreu após uma investigação em cima de informações coletadas pela equipe da DCOD na operação realizada no Jacarezinho em que 28 pessoas morreram, no último dia 6. A polícia aponta a mulher como chefe da facção criminosa que atua na comunidade.


Segundo a Sepol, "Sandra Sapatão" era uma das criminosas mais antigas e importantes da maior facção criminosa em atuação no estado do Rio de Janeiro. Em 2007, Sandra foi considerada pela Polícia Civil como um dos dez bandidos mais procurados no estado. Ela é acusada de vários assaltos a mãe armada.

A traficante havia sido presa em 2010 na megaoperação da polícia no Complexo do Alemão, em que foi detida junto com Marcus Vinícius da Silva, o Lambari, e quando teria oferecido R$ 1 milhão a policiais do 3º BPM (Méier) em troca da liberdade dos dois. Em 2014, ela saiu em liberdade provisória, mas não retornou ao cárcere e foi considerada foragida. No mesmo ano, ela fora presa novamente, na região conhecida como Fundão, na comunidade do Jacaré, e tentou subornar os policiais oferecendo R$ 20 mil.

À época, segundo a Polícia Militar, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora do Jacarezinho trabalharam informações do setor de inteligência: “Policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho prenderam Sandra Helena Ferreira Rafael, vulgo Sandra Sapatão, na localidade conhecida como Fundão. Segundo as informações da Polícia Civil, Sandra era foragida do sistema penitenciário. O caso foi registrado a 25ª DP (Engenho Novo)”.


EXTRA